Lucky Luciano: O Pai da Máfia Americana moderna

Salvatore Lucania, mais conhecido como “Lucky” Luciano, foi um famoso gangster de origem italiana e chefe da família mafiosa Genovese de Nova York.

Considerado pela maioria dos historiadores como o verdadeiro Pai da Máfia Americana moderna, Luciano foi capaz de arrecadar cerca de US $ 12 milhões de lucro em contrabando, jogos de azar e outras atividades ilegais somente até a idade de 28 anos. Isso é sensacional!

Data de Nascimento: 24 de novembro de 1897, Sicília, Itália
Morreu em: 26 de janeiro de 1962, Nápoles, Itália
Apelidos: Lucky, Charlie Lucky
AssociaçõesArnold Rothstein, Meyer Lansky, Frank Costello, as 5 Familias, a Comissão, Bugsy Siegel

Luciano e seu apelido “Lucky”

Por que Charles Luciano ganhou o familiarizado apelido de “Lucky” o Sortudo? Os fatos relatam que ele escapou de vários atentados contra a sua vida, inclusive um notório ataque e esfaqueamento na praia de Staten Island (NY) em 1929, que o deixou com uma cicatriz e um olho inclinando. Isso não é sorte?

Ainda mais sorte porque, desde que ele sobreviveu a agressão, e mesmo orquestrando muitas da execuções de vários chefes do crime, Luciano nunca mais receberia qualquer tipo agressão por mão dos seus inimigos, até se tornar um dos mais poderosos chefes da Máfia italiana nos Estados Unidos.

 Toda a verdade sobre como Luciano ganhou seu apelido “Lucky o Sortudo

Lucky Luciano na Era da Lei Seca dos anos 20

Ed Diamond, Jack Diamond, Fatty Walsh & Lucky Luciano. 1931

Ed Diamond, Jack Diamond, Fatty Walsh, Lucky Luciano.

Charie Lucky Luciano emigrou da Itália junto a sua família para os Estados Unidos aos 10 anos e se estabeleceu no Lower East Side da península de Manhattam (NY). Lider de um grupo de jovens mafiosos italianos e judeus, cedo, foi recrutado como membro na italiana Five Points Gang, assim iníciando a sua longa carrera de gangster respeitado e de gênio do crime organizado moderno.

Nos anos da Lei Seca em 1920, Luciano foi recrutado como killer por Joe “the Boss” Masseria, e alguns anos mais tarde, foi “trabalhar” para Arnold Rothstein, outra figura seminal no início do crime organizado, fazendo milhões de dólares, sobretudo, com o contrabando de álcool ilegal (bootlegging).

Arnold Rothstein ensinou tudo a Luciano, desde o gerenciamento de negócios ilegais, até mesmo de como deveria se vestir com elegância, um verdadeiro gangster. Depois da morte de Rothstein, em 1928, Luciano voltou a trabalhar para o “chefe dos chefes” Joe Masseria, o qual estava se preparando para ir a guerra, com o rival Salvatore “The Duke” Maranzano. Esta guerra de Máfia foi chamada de “Guerra Castellamarese“.

O Poder de Luciano depois a Guerra Castellamarese

guerra castellamarese

Assassinato da Mafia na Guerra Castellamarese

Na guerra Castellamarese (1930-1931), a rivalidade entre Joe Masseria e Salvatore Maranzano, chefes de famílias italianas rivais, era um problema também para Luciano. Mas porque? É claro! Obstaculava o bom funcionamento dos negócios ilícitos dele e da sua banda. Por esta razão, em 15 de abril de 1931, Luciano organizou o assassinato de Masseria no “Scarpato’s Restaurant” em Coney Island (NY).

o Assassinato de Joe “the Boss” Masseria

A história fala que, Joe the Boss e Luciano, se encontraram para almoçarem juntos, ai Lucky se levantou para ir ao banheiro e alguns momentos depois, uma equipe de assassinos, formado por Bugsy Siegel, Vito Genovese, Joe Adonis, e Albert Anastasia, baliou o chefão no restaurante.

Esta cena histórica, em perfeito “Estilo Gangster”, serviu de inspiração para várias cenas fictícias sobre gangsters e mafiosos, até mesmo para filme clássico O Poderoso Chefão”.

Veja Também: Top 10 Mais Brutais Assassinatos da Mafia em Nova York

Salvatore Maranzano Vs. Lucky Luciano

Nestes cruzamentos de poderes, Salvatore Maranzano se auto nomino Chefe de todos os Chefe, o seja “Capo di tutti i Capi”, e logo organizaria o homicídio de Luciano, em modo tal de não ter nenhum obstáculo significativo contra ele.

Planejado o assassinato, em 10 de setembro de 1931, Maranzano convoco Luciano e Genovese em seu escritório na Park Avenue para mata-los, mas em seu lugar, se apresentaram quatro assassinos judeus disfarçados de agentes do Tesouro, que esfaquearam Maranzano que acabou morto a tiros.

Uma lenda do submundo da Máfia, conta que logo após a morte de Maranzano, Luciano ordenou o extermínio de cerca de noventa mafiosos sicilianos, todos eles faziam parte das facções Masseria-Maranzano. Este massacre ficou conhecido como a “La notte dei Vésperi Siciliani”.

Logo após o assassinato dos dois chefes, por mão da Murder Incorporated, Lucky Luciano dirigiu a comissão das 5 famílias de Nova York, foi criada por Maranzano, e controlaria o raquet da Costa Leste durante décadas. .

Além disso, para evitar derramamento de sangue desnecessário e maximizar os lucros de todas as famílias, ele estabeleceu e organizou a primeira reunião nacional do crime conhecida como a Comissão.

Lucky Luciano: Prostituição e Justiça

lucky luciano jugamento 1936

Nova York,1936. Jugamento de Lucky Luciano

Em plena decada de 30, Luciano era o líder incontestado e chefe da máfia americana, mas inevitavelmente isso chamou a atenção da justiça, em particular de um jovem promotor de Nova York chamado Thomas Dewey.

Dewey e seu assistente, um advogado Afro-americano chamado Eunice Carter, notaram que muitas das prostitutas que estavam sendo detidas, eram representados pelos mesmos fiadores e advogados de Luciano. Armado com esta informação, em 1936, Dewey conduziu incursões em bordéis de toda a cidade, prendendo mais de 100 pessoas, a maioria mulheres. Alguns das prostitutas forneceram aos procuradores informações relevantes que levaram à prisão de Luciano.

Em 6 de junho de 1936, Luciano foi condenado por 62 acusações de prostituição compulsória; ele foi condenado a 30 a 50 anos de prisão.  Luciano passou a liderança da Comissão nacional para o seu braço direito Frank Costello, mas esse não foi o fim da história de dele.

A história continua!

Trato de Luciano com o Governo dos Estados Unidos

NY, 1942 - SS Normandie sabotagem

NY, 1942 – SS Normandie sabotagem

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Governo americano precisou da ajuda da Máfia para manter as docas de Nova York livre de greves e outros problemas. Na verdade Luciano se ofereceu para ajudar a investigar, em 1942, a sabotagem de vários navios no porto de Manhattan, incluindo o SS Normandie, um transatlântico francês que pegou fogo, misteriosamente e afundou nas águas do Hudson. O Governo pensava que a sabotagem foram orquestrados por espiões nazistas infiltrados no porto.

Você sabia que o Mafioso n. 1 dos Estados Unidos, ajudou o Governo Americano durante a segunda guerra mundial? 

Mesmo que historiadores rejeitam este mito, fontes afirmam que, Luciano foi recrutado para facilitar o desembarque dos Aliados na Sicília (julho de 1943), graças a seus contatos com a Cosa Nostra siciliana, assim forneceu aos americanos uma lista de nomes para contatar na Sicília.

Provavelmente foi por isso que “The Time Magazine” inseriu o nome de Luciano entre os 20 homens mais influentes do século 20. 

Em troca desta inacreditável colaboração, o ex-promotor Dewey, agora governador de Nova York, lhe concedeu a clemência. Após a guerra terminar, Dewey ordenou a deportação do gangster mafioso para a Itália; mas isto não impediu Luciano de manter seus laços com a máfia americana em veste de uma espécie de estadista mais velho.

A Máfia em Cuba: Lucky Luciano e a Conferência de l’ Havana

Hotel-Nacional-cuba-havana 1946

Hotel National, l’Havana, Cuba.

O mesmo ano em que Luciano desembarcou na Itália, viajou para l’ Havana, em Cuba, ponto estratégico para o despacho do tráfico de drogas da Sicília com destino os EUA.

Ombro a ombro com a celebridade Frank Sinatra, “Lucky” organizou em 22 de dezembro de 1946, no Hotel Nacional, uma reunião entre os chefes de todas as principais famílias mafiosas americanas, onde o fim era discutir as estratégias criminosas sobre os negócios do Sindicado “The National Crime Syndicate”. 

A pressão do governo dos EUA, forçou o governo cubano a deportar Luciano de volta para a Itália.

Relacionado: Lucky Luciano, Cuba e a Conferência de Havana

Conclusão

Luciano passou o resto de sua vida sob o constante escrutínio da polícia italiana. Muitas vezes encontrou-se com os turistas e marinheiros americanos e frequentemente declarou seu amor pelo os Estados Unidos. Ele morreu de um ataque cardíaco em 1962 no aeroporto de Nápoles, onde tinha ido encontrar-se com um produtor de cinema para discutir uma biografia sobre ele.

Lucky é o gangster mais fascinante, ele era ameaçadoramente admirável, você tinha medo dele, mas você gostava dele.

lucky luciano frase

< TODOS OS GANGSTERS

Mafia Academy

5 Comments

  1. Robson Sposato
    2 de junho de 2016
    • Estilo Gangster
      3 de junho de 2016
    • Henrique
      11 de outubro de 2016
      • Estilo Gangster
        11 de outubro de 2016
    • salvatore ronaldo
      24 de julho de 2017

Add Comment

O Chefe Está Morto mas a Máfia segue Viva, afirma Magistrado e Mafioso
Cuntrera-Caruana mafia cosa nostra
O Clã Mafioso Cuntrera-Caruana
os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá