Como se tornar um “Homem de Honra” da Máfia Italiana

Há aqueles que são escolhidos e aqueles que são predestinados. Existe aquele que entra em Cosa Nostra, porque mostra que tem as qualidades para pertencer à organização e também, quem entra por tradição familiar.

Leonardo Messina, homem honrado, na província de Caltanissetta, ele estava predestinado.

Eu sou a sétima geração que faz parte da Cosa Nostra, era inevitável que eu deveria me tornar uma pessoa importante no meu país, San Cataldo”. E de certa forma, “eu me tornei “, disse Messina no dia em que se arrependeu, no verão de 1992.

Em volta aos homens de honra tem o seu povo:  uma massa de simpatizantes, apoiadores que servem a Cosa Nostra do lado de fora. Eles são os “Avvicinati”, (os aproximados). Eles são todos aqueles que, mais cedo ou mais tarde, podem aderir à organização.

Por um longo tempo – que pode durar dois, dez ou quinze anos, em relação a pessoa – o “Aproximado” é seguido, observado e devidamente treinado. Os mafiosos o acompanham,  o estuda, ensina ele a atirar e matar.

Eles os colocam à prova. Então, quando eles acreditam que já estão prontos para se tornar um homem de honra, fazem entender que em breve serão afiliados à organização

O momento definitivo deste caminho mafioso é representado pelo ritual de iniciação.

panciuta cosa nostra

A cerimônia com o tempo lembrava uma festa. O afilhado havia seu padrinho que o apresentava a todos os outros membros da família, fazendo-o entrar nos primeiros segredos da Cosa Nostra após a “punciuta” (furar com uma agulha a ponta do dedo indicador da mão direita, a mão que atira) e após o juramento de lealdade à organização com uma pequena imagem sagrada – um santo – que queimava em suas mãos.

Nesse ponto, o “avvicinato” tinha sido “combinado”. Os palermitanos faziam a punciuta com um espinho de laranja amarga.

“Se eu trair os meus amigos e nossa família, eu e minha alma iremos queimar no inferno como este santinho”.

Cosa Nostra é a universidade do crime que exige ser corajoso, capaz de realizar atos violentos e, portanto, saber matar. Nem todo mundo pode se juntar a Família. Mas isto não é a qualidade fundamental. Em Cosa Nostra saber matar o silencio é necessário, mas não suficiente!

Veja Também: Mafia, Códigos e Rituais de afiliação entre mito e realidade

Mafia Academy

11 Comments

  1. Charles M: da Silva
    20 de dezembro de 2015
    • Estilo Gangster
      20 de dezembro de 2015
  2. BravioSevo
    26 de março de 2016
    • Estilo Gangster
      26 de março de 2016
  3. Bruno Jovovich
    22 de janeiro de 2017
    • Estilo Gangster
      23 de janeiro de 2017
  4. Marcelo Carvalho
    27 de fevereiro de 2017
    • Estilo Gangster Mafioso
      28 de fevereiro de 2017
  5. salvatore ronaldo
    24 de julho de 2017
    • Estilo Gangster Mafioso
      25 de julho de 2017
  6. Vitor Oliveira
    4 de outubro de 2017

Add Comment

Cuntrera-Caruana mafia cosa nostra
O Clã Mafioso Cuntrera-Caruana
os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
Frattiano
Família criminosa de Los Angeles, mais conhecida como “Mickey Mouse Mafia”
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá