Carlos “The Little Man” Marcello: Boss em Nova Orleans

No topo do submundo do crime de Nova Orleans, Carlos Marcello foi um dos mais importantes mafiosos dos Estados Unidos, famoso também pelas suas alianças políticas.

Data de Nascimento: 06 de fevereiro de 1910, Tunis, Tunísia
Morreu em: 03 de março de 1993, Metairie, Louisiana
Apelidos: The Little Man (Homem pequeno)
Associações: A mão negra, Chicago Outfit, a Comissão, Santo Trafficante Jr.

Início da vida

Nascido em uma família tunisiana como Calogero Minacori(e), Carlos Marcello imigrou para a Louisiana (EUA) em 1911. Quando jovem, já praticava alguns pequenos crimes na região conhecida como Little Italy (Pequena Itália, em tradução livre).

Em Nova Orleans, se tornou sócio de um das mais antigas máfias dos Estados Unidos. A gangue, conhecida como Mão Negra ou Mão Negra Siciliana, foi fundada por Charles e Antonio Matranga por volta de 1870. Apesar da fama tanto local quanto nacional, a família Matranga conseguiu controlar o mercado negro de Nova Orleans por décadas (prostituição, tráfico de drogas, jogos de azar e, com o advento da Lei Seca nos EUA, o tráfico de bebidas alcóolicas).

Charles Matranga renunciou à liderança da família em 1922 e foi substituído por Sylvester Carolla. Sam, como era conhecido, tinha muitos problemas legais, incluindo acusações por tráfico de drogas e a morte a tiros de um agente federal da divisão de narcóticos. Em 1947, o Governo Federal conseguiu deportá-lo de volta à Itália.

Chefe da Mafia

Enquanto isso, Carlos Marcello já havia alcançado a posição mais elevada dentro da máfia de Nova Orleans. Ele não teve problema para chegar no topo, em grande parte porque fazia dinheiro para todos. Continuou a política familiar de trabalhar com apenas mafiosos locais – uma política cooperativa que permitia a entrada de mafiosos de fora da Louisiana com a permissão da organização local. Isso não impediu que Marcello expandisse os negócios para outras áreas do sul, principalmente Dallas e Flórida (com a ajuda de outras famílias de mafiosos, como a “Chicago Outfit” e “The Five Families of New York”). Nesta última, Marcello trabalhou com o chefe da Mafia de Tampa, Santo Traficcante Jr, de quem era amigo pessoal.

O assassinato de Kennedy

Essa rede de relações acabaria por levantar suspeitas sobre a participação de Carlos Marcello, junto com Traficcante Jr. e Sam Giancana (da “Chicago Outfit”), no assassinato do presidente John F. Kennedy, em novembro de 1963. Todos eles tinham motivos para estarem zangados com Kennedy, a quem Marcello ajudou a eleger, mas que desencadeou uma cruzada contra o crime organizado por seu irmão, o General Robert Kennedy. Robert queria a cabeça de Marcello, em particular, porque o mafioso tinha escapado de muitos anos de prisão com a ajuda de um Estado corrupto.

Os Kennedys e Marcello tinham um histórico. Em 1959, Marcello foi chamado a testemunhar perante o Comitê McClellan do Senado sobre o crime organizado, que incluía John F. Kennedy como senador e seu irmão como consultor jurídico. Marcello, pleiteando o direito à 5a Emenda contra a auto-incriminação, se recusou a depor. Pouco depois de Kennedy ser empossado como presidente, em 1961, Marcello foi deportado como estrangeiro indesejável para a Guatemala, mas voltou aos EUA e seus advogados impediram outra deportação.

Para atiçar as teorias conspiratórias, Jack Ruby, um associado das organizações de Marcello e Giancana, atirou e matou Lee Harvey Oswald, o assassino do presidente Kennedy, três dias depois de sua prisão. O próprio Oswald tinha um tio em Nova Orleans que era membro da organização de Marcello.

Ainda há muitas dúvidas sobre a participação de Marcello, Oswald e Ruby no assassinato de John F. Kennedy, mas as muitas conexões entre eles ainda hoje alimentam debates. Carlos Marcello morreu de causas naturais em 1993.

< TODOS OS GANGSTERS

Mafia Academy

Add Comment

O Chefe Está Morto mas a Máfia segue Viva, afirma Magistrado e Mafioso
Cuntrera-Caruana mafia cosa nostra
O Clã Mafioso Cuntrera-Caruana
os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá