Top 10 Mais Brutais Assassinatos da Mafia em Nova York

Demonstrações de poder, disputas pelo território, acerto de conta, ascensão mais rápida na hierarquia da família, cometer o erro de ter falado muito sobre a própria organização, são somente alguns dos motivos mais relevantes quando se trata dos homicídios da Mafia. Veja a seguir os Top 10 Mais Brutais Assassinatos de “Mafiosos contra Mafiosos” em Nova York.


1) Joe “The Boss” Masseria – 1931

morte de joe masseria

Assassinado em 1931 – Restaurante Nuova Villa Tammaro, Rua 15th, 2715 oeste, Coney Island, Brooklyn

Em 15 de abril de 1931, Joe “The Boss” Masseria, seus guarda-costas, e Lucky Luciano, se reuniram em um restaurante de frutos do mar as 3:00. O restaurante foi um dos que Masseria visitou em várias ocasiões, o Nuova Villa Tammaro, em Coney Island. Luciano pediu licença de um jogo de cartas que eles estavam jogando para ir até banheiro. Este foi o sinal para os pistoleiros entrar e acabar com o chefe. A lenda diz que os assassinos eram Albert Anastasia, Joe Adonis, Vito Genovese e Bugsy Siegel.

2) Dutch Schultz – 1935

Dutch Schultz morte

Assassinado em 1935 – The Palace Chophouse Restaurant, Rua Park, 12 E. Newark, New Jersey

Depois que Dutch Schultz desobedeceu a Comissão, e começou a decidir sozinho suas coisas e assassinatos, os Padrinhos de Cosa Nostra ordenaram seu assassinato em 1935. Shultz foi baleado uma vez, abaixo do coração no banheiro do restaurante Palace Chophouse, porém cambaleou para fora e sentou-se em uma mesa (não querendo morrer no banheiro). O ataque foi realizado pelos assassinos Charles Workman e Mendy Weiss, agindo sob as ordens de Lepke Buchalter.

3) Abe “Kid Twist” Reles – 1941

Abe Reles morte

Assassinado em 1941 – The Half Moon Hotel, Coney Island, Brooklyn

Abe Reles, gangster da máfia judaica, cometeu o erro de testemunhar contra Albert Anastasia (Boss da familia Gambino). Destinado a estar sob a proteção do FBI, Abe Reles era preste a dar informações ao FBI sobre Albert Anastasia, algo tinha que ser feito. Em 12 de novembro de 1941 Reles foi empurrado de uma janela no Half-Moon Hotel, sala 623. Com nenhuma evidência de quem o matou, acusações foram retiradas e foi atribuído a morte acidental.

4) Albert Anastasia – 1957

albert anastasia morte

Assassinado em 1957 – Park Central Hotel, 7th Avenida , 870, Manhattam

Albert Anastasia estava em uma cadeira de barbeiro no Sheraton Park Hotel na Avenida Seventh, 870. No entanto, suspeitosamente, seu guarda-costas saiu para uma caminhada, (não se sabe se seu guarda costa fosse envolvido no crime). Do nada dois homens correram para dentro da loja, quando se pode ouvir sons de balas contra Anastasia. Enquanto estava sentado lá, Anastasia se levantou da cadeira e virou-se para os homens, infelizmente, o que ele viu no momento de pânico e confusão, foi somente reflexo dos assassinos no espelho do barbeiro. Albert Anastasia faleceu em 25 de outubro de 1957.

5) Joe Colombo – 1971

joe colombo mafioso

Assassinado em 1971 – Colombus Circle, Manhattam

Em 28 de junho de 1971, houve uma reunião na praça Columbus Circle da Lista dos Direitos Civis de Joe Colombo (que cresceu para cerca de 100.000 membros). Como Joe estava prestes a subir ao palco para atender as multidões, Jerome A. Johnson, um homem armado posando como um fotógrafo se aproximou de Colombo e à queima-roupa atirou três vezes na cabeça. Embora Colombo não morreu na cena do crime ele ficou em coma durante os próximos 7 anos, e morrendo em 1978.

6) Joey Gallo – 1972

joey gallo assassinato

Assassinado em 1972 – Umberto’s Clam House, Rua Mulberry, 132 Little Italy

Em 7 de abril de 1972, o mafioso Joey Gallo estava comemorando seu 43° aniversário com sua família, no restaurante Umberto’s Clam House, localizado em Little Italy, as 04:30 am. Quatro homens armados correm para o restaurante e disparam mais de 20 tiros de revólveres 32 e 38 na mesa de Gallo. Gallo foi fatalmente ferido no ataque e foi atingido nas costas, braço e perna. Ele derrubou uma mesa e chegou à porta do Clam House, a fim de atrair os disparos para longe de sua família. Gallo caiu na rua fora e morreu mais tarde no hospital.

7) Carmine Galante – 1979

carmine galante assassinato

Assassinado em 1979 – Joe and Mary’s Italian Restaurant: Bushwick, Brooklyn

Em 12 de julho de 1979, Carmine Galante foi assassinado assim que ele terminou de almoçar em um pátio aberto no Joe and Mary’s Italian American Restaurant em Brooklyn. Sentado com Galante na refeição estava o chefe Bonanno, dono do restaurante, um soldado de Bonanno, e os guarda-costas sicilianos de Galante, Baldassare Amato e Cesare Bonventre. Gostaria de salientar neste ponto que seus guarda-costas não fizeram nada para ajudá-lo, eles simplesmente saíram ilesos após o golpe, assim aumentou a suspeitas de que sua própria família estava envolvida no crime de ataque contra ele.

8) Paul Castellano – 1985

assassinato de paul castellano

Assassinado em 1985 – Sparks Steakhouse: Rua 46th, 210 E, Manhattan

Thomas Bilotti, guarda-costas de Big Paul levou Castelhano à uma reunião organizada em Spark Steakhouse no centro de Manhattan, na noite de 16 de dezembro de 1985. Uma equipe de assassinos preparada por Gotti, com o apoio de soldados de Gambino, estava esperando perto da entrada do restaurante, (Vincent Artuso, Salvatore Scala, Edward Lino, João Carneglia e, possivelmente, Leonard Di Maria). Apenas alguns quilômetros de distância estava uma outra equipe de atiradores de reserva, que incluíram Dominick Pizzonia, Angelo Ruggiero e Anthony Rampino. Os pistoleiros correram até o carro enquanto Paul Castellano estava saindo, e atiraram nele várias vezes. John Carneglia foi o atirador que na verdade, atirou na cabeça de Castellano, dando o golpe fatal.

9) Edward Garofalo – 1990

assassinato da mafia

Assassinado em 1990 – Dyker Heights, Brooklyn

Polícia examinando o corpo de Edward Garofalo, morto pela família Gambino por suspeita de ser um informante. Ele foi baleado enquanto caminhava para seu Cadillac em 83 St., no distrito de Dyker Heights, Brooklyn em 08 de agosto de 1990.

10) Nicolas Grancio – 1992

Nicolas Grancio morte

Assassinato em 1992 –  McDonals Ave, Brooklyn

Nicolas “Nick black” Grancio, era um soldado da Família Colombo em uma facção liderada por Vittorio Orena, que ambicioso demais, decidiu desafiar o chefe da máfia Carmine Persico.Grancio foi um dos mais poderosos membros da facção dissidente, fazendo dele um alvo para os soldados de Persico. Em 7 de janeiro de 1992, Greg Scarpa S.r., (capo do grupo de Persico), apostado fora de um social Club esperando a saída de Grancio, o perseguiu de carro para meio quarteirão, quando ao primeiro sinal vermelho, Scarpa atirou nele com Frâncio ainda no seu carro, um Toyota Land Cruiser SUV em Mc Donals Avenue em brooklyn, 

Estes foram somente alguns dos mais brutais assassinatos da Mafia. Veja também: 3 Formas de Matar da Mafia Italiana

Mafia Academy

2 Comments

  1. andre romulo
    2 de Maio de 2016
    • Estilo Gangster
      3 de Maio de 2016

Add Comment

O Chefe Está Morto mas a Máfia segue Viva, afirma Magistrado e Mafioso
Cuntrera-Caruana mafia cosa nostra
O Clã Mafioso Cuntrera-Caruana
os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá