Sandra Lansky: Jantar com Lucky Luciano

Sempre quando em nossas pesquisas encontramos relatos inéditos sobre a vida de Lucky Luciano, decidimos que é justo compartilha-los ao público que nos acompanham.

Desta vez quem fala é Sandra Lansky, filha única e mais nova de Meyer Lansky, que na ocasião do lançamento de seu livro (2014), “Daughter of the King: Growing Up in Gangland”, (Filha do Rei: crescendo no submundo do crime), ofereceu ao público uma entrevista cheia de detalhes curiosos sobre a amizade que ligava o pai (Meyer), a Luciano nos anos d’oro da máfia.

Para que não sabe Sandra Lansky, cresceu no esplendor da classe judia superior, ela era a Paris Hilton nos dias atuais, festejando nos hotéis mais glamorosos, junto as maiores celebridades da época. Mais sua vida não foi sem dor e tragédia, incluindo a insanidade de sua mãe e seu vício com as drogas. Constantemente vigiada pelos associados do Pai ela sempre respeitou o rigoroso código de omerta.

Na entrevista ela compartilhou histórias do Pai em Miami Beach, dos dias em que caminhava com seu cachorro ao longo da Collins Avenue, e conversou sobre a amizade que Charlie Luciano tinha com seu querido amigo e parceiro de negócios Vincent “Jimmy Blue Eyes”.

Mais a pergunta que deixou o público curioso foi a seguinte: Você passou um tempo com “Charlie Lucky” Luciano duas vezes, na Itália? Como ele era? 

Foi maravilhoso encontrar Charlie em Nápoles! À primeira vista era impressionante a semelhança entre os dois homens, pessoal com meu Pai. Ele cumprimentou-me com um grande abraço e beijos. Era tão afetuoso que eu imediatamente o chamei de “Tio Charlie”, o que o deixou muito feliz. Vestia-se bem, e tinha um leve sotaque italiano/nova-iorquino.

Fomos ao melhor restaurante de Nápoles, The Californian, Lucky estava com seu pinscher Bambi. Nós comemos mais de uma dúzia de pratos, incluindo ravióli, rigatoni, saladas, carnes, legumes, mariscos, mexilhões e mais, seguidos de sobremesa.

Ele falou sobre o quanto sentia falta de Nova York. Durante a nossa refeição, “Tio Charlie” contou histórias sobre seu avô, dizendo que era o mais bravo e melhor homem que já conheceu. Ele também me contou como ele e Frank (Costello) se encontraram pela primeira vez com seu avô e Benny (Siegel).

Poder participar de um jantar desses deve ser fascinante para ouvir histórias acerca dos movimentos gângsters, não acha? Comentem e acompanhem. 

Ad Mafia Academy png1200

Add Comment

os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
Frattiano
Família criminosa de Los Angeles, mais conhecida como “Mickey Mouse Mafia”
Pizzo-Cosa Nostra-extorçao
Qual é a principal atividade da Cosa Nostra?
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá