Por que a ‘Ndrangheta é a Máfia italiana mais Poderosa?

Qual é hoje a Máfia italiana Mais Poderosa?

A ‘Ndrangheta [Andrângueta]. Ela está dentro das articulações do estado, dentro da maçonaria, está no âmbito da política diretamente com seus homens,  é de direita como de esquerda; em alguns casos, na Calábria de hoje, não há mediação entre poder criminoso puro e poder político são representados pela mesma pessoa.

Tribal e moderna juntas, fundada sobre os laços familiares, ou seja sobre a ‘ndrina (Família do Capobastone), a’ Ndrangheta é profundamente enraizada nos países da região da Calábria e, ao mesmo tempo, é internacional.

É dona de seu próprio território e, também controla todas as rotas de drogas na América do Sul e África. É impenetrável. São poucos os membros afliados da ‘Ndrangheta que se arrependeram. E esses poucos são todos de pouca espessura criminal.

A ‘ndrina é uma família no sentido literal do termo: quase nenhum trai, trair significaria acusar um irmão ou um filho ou um pai. Esta estrutura familiar tem feito a ‘Ndrangheta forte nos anos da repressão policial. Após os massacres de Cosa Nostra em 1992, a Máfia calabresa é a organização que salvou o sistema criminal italiano.

Fora a “Cosa Nostra” ⇒ entra a ‘Ndrangheta

Por quase meio século, a ‘Ndrangheta tem crescido despreocupada. O Estado italiano fingiu não vê-la. Não viu nem mesmo quando ela começou a atirar para cima. Por exemplo em 1989, quando em Reggio Calabria foi morto Ludovico Ligato, ex-presidente das ferrovias do estado: foi considerado um regulamento decotas internas.

E em 1991, quando foi morto Antonio Scopelliti, vice procurador geral da cassação: foi considerado um assassinato dos sicilianos. Scopelliti representava o Supremo Tribunal no ministério público sobre acusação no Maxi julgamento contra Cosa Nostra.

Somente em outubro de 2005, a ‘Ndrangheta tornou-se um “problema”. Quando em Locri foi assassinado o vice-presidente do conselho regional da Calábria Francesco Fortugno. Em seguida, a ‘Ndrangheta fez outro erro: o “massacre de Duisburg“, seis mortos calabrês na frente do restaurante Da Bruno, na noite de Agosto de 2007.

Só a partir desse momento, o estado tem notado a sério a máfia calabresa e começou a planejar uma intervenção de longo prazo, estratégico. O ministério do interior enviou em Reggio seus melhores homens, assim como as armas de policiais e a guarda financeira.

Os tribunais foram organizados; na parte superior do Ministério Público chegaram magistrados de primeira ordem como Giuseppe Pignatone e Michele Prestipino, especializados na investigação da criminalidade organizada, na Sicília. A luta contra a ‘Ndrangheta surgiu com trinta anos de atraso, mas hoje podemos finalmente dizer que foi começada.

O Poder da Mafia Calabresa

A Calábria de hoje parece a Sicília no final dos anos setenta: uma fronteira brilhante, joga um ar venenoso e perigoso que anuncia cadáveres excelente, assim como em Palermo há muito tempo. Um ar de guerra.

E começou chegar também os primeiros sinais do Chefe calabrês. Ataques de demonstração, munições não explodidas, ameaças individuais aos procuradores. A ‘Ndrangheta avisa que não quer perder o seu poder, que não quer investigações demasiadas invasivas, que não quer ser processada. Mensagens horríveis.

Um tipo de “máfia líquida” que se infiltra em todos os lugares, se reproduzindo em lugares distantes daqueles onde ela nasceu. O mesmo modelo antigo, elementar, e eficaz.

De San Luca (em Calabria) a Duisburg (na Alemanha), os Mafiosos calabrês são como “moléculas criminosas” que espirram, se espalham pelo mundo. Na maneira de Al Qaeda, com uma estrutura tentacular desprovida de um sentido estratégico mas caracterizada, por um tipo de inteligência orgânica, fornecida de uma razão social de enorme e temível confiabilidade.

“O segredo da ‘Ndrangheta é este: Tudo sobre uma tensão entre um “Aqui” remoto, rural e arcaico, e um “outro lugar” globalizado pós-moderno e tecnológico.” ~ Presidente parlamentar Anti-Mafia Francesco Forgione 

Territórios e Clãs

São quarenta e três grandes gangues que tomaram uma região, muitas de suas cidades, sua administração publica, seus portos e suas margens. Na Calábria, tudo é “controlado”: Tauranga, Palmi, Locri, Reggio, Rosarno, Villa San Giovanni, Lamezia Terme.

A rodovia de Salerno-Reggio é o corpo de infracção mais longa do mundo: cada metro de asfalto é uma questão de uma gangue, cada contrato é de um chefe. É o pedágio que eles cobram; os da ‘Ndrangheta, a partir de um pedágio para outro pedágio. E depois há o “porto franco” de Gioia Tauro, encruzilhada de containers e comércios principalmente regulada pela Familas Piromalli, Mole, Bellocco e Pesce.

Na Calábria foram 38 conselhos municipais fechados por “infiltração mafiosa” desde 1991 (172 em toda a Itália). “Em alguns países como Africo, Platì e San Luca, é o Estado que deve tentar se infiltrar.” ~ Pietro Grasso, Procurador Nacional Antimafia 

Na Calábria existem prefeitos que recebem ordens apenas dos chefes cabeça. E prefeitos que não recebem ordens porque eles próprios são o chefes cabeça.

Os Tentáculos da ‘Ndragueta

Os mafiosos calabrês o dinheiro não o contam mais. O pesam! Eles põem montanhas de dinheiro na balança e em seguida, fazem ou cálculo. Máfia local e máfia mundial, está ligada aos Carteis colombianos.

negocios da Ndrangheta

Apenas em Milão, traficantes calabreses introduzem todos os meses vinte quilos de cocaína. Milão é uma colônia criminosa: lá agora os sicilianos contam como “il due di briscola”, o seja, menos do que nada.

Os Mafiosos calabreses também estão enraizados no porto de Gênova, têm interesses em construção em Bolonha, no Vale de Aosta estão combinando negócios com um clã de búlgaros, em Piemonte reciclando o comércio e a Roma, em restauração e e no setor imobiliário.

É uma máfia que se expande por toda parte. Na Austrália, o chefe da calabres estabeleceram a sua própria cúpula com seis representantes. Na Espanha ocuparam a praça de Barcelona até Gibraltar. Como na Alemanha, Áustria, Canadá.

A última fronteira dos calabreses é Portugal, com vista para o Atlântico: localização ideal para o seu comércio de cocaína com os colombianos, com os Equatorianos e Bolivianos.

Os criminosos da ‘Ndrangheta estão colonizando o mundo. E no mundo trazem seus hábitos e seus estilo de vida. Tentando reproduzir a natureza que deixou na Calábria.

Deixe seu comentário escrevendo aqui embaixo sobre o que você sabe a Mafia Calabresa. Curte Gangster Mafioso nas redes sociais!

Mafia Academy

18 Comments

  1. Diego
    21 de janeiro de 2016
    • Estilo Gangster
      21 de janeiro de 2016
      • Geraldo Veras
        2 de julho de 2016
        • Estilo Gangster
          3 de julho de 2016
  2. Gabriel Lobo
    17 de maio de 2016
    • Estilo Gangster
      17 de maio de 2016
  3. Carlos
    30 de junho de 2016
    • Estilo Gangster
      30 de junho de 2016
    • Giovanni Lorenzi Acciardo
      17 de setembro de 2017
      • Estilo Gangster Mafioso
        24 de setembro de 2017
  4. Ully kety
    15 de fevereiro de 2017
    • Estilo Gangster Mafioso
      15 de fevereiro de 2017
  5. Gabriel Ferreira
    13 de março de 2017
    • Estilo Gangster Mafioso
      13 de março de 2017
  6. Valdir
    30 de julho de 2017

Add Comment

Cuntrera-Caruana mafia cosa nostra
O Clã Mafioso Cuntrera-Caruana
os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
Frattiano
Família criminosa de Los Angeles, mais conhecida como “Mickey Mouse Mafia”
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá