Os Bons Companheiros Na Real

Um dos maiores filmes de máfia de todos os tempos. Aqui daremos uma olhada nos Bons Companheiros da vida real, que inspiraram a película.

Os Bons Companheiros são os Rolling Stones do crime. É ortodoxamente aceito que criminosos não devam pegar os espólios de seus crimes, porém no Assalto de Lufthana no Aeroporto Internacional Kennedy – em 1978 – eles fizeram muito mais dinheiro do que puramente os 6 milhões de dólares originais (US$20 milhões se for incluir na conta a inflação), o que constitui o maior assalto na história da América. O Assalto de Lufthansa produziu até então dois filmes: The 10 Million Dollar Getaway  [em Português, no Brasil apenas Assalto Milionário] (o qual eu nunca assisti) e The Big Heist [O Grande Roubo] (com toda a glória da mescla de sotaque irlandês de Donald Sutherland). Os Bons Companheiros [Goodfellas], dirigido por Martin Scorsese, é decerto um clássico gangster.

“Os Beatles” da criminalidade, caso você esteja se perguntando quem são, são as guerras Gallo Profaci, que forneceram histórias para O Poderoso Chefão.

O Assalto de Lufthansa voltou às notícias quando Vincent Asaro foi beliscado. Os tiras dizem que Asaro é responsável por todas as atividades ilegais no aeroporto JFK. Asaro é acusado de ser um cara grande na família Bonanno e sua prisão o converteu no primeiro gangster a enfrentar acusações no Assalto de Lufthansa. O porta-voz de Asaro diz que os federais apenas deram conteúdo para Martin Scorsese sobre Os Bons Companheiros. Asaro afirma que a mentew por trás do Assalto de Lufthansa jamais exacerbou a força de seu ataque.

Em Os Bons Companheiros, o Assalto de Lufthansa foi planejado pelo ladrão cavalheiro Jimmy Conway tendo como cúmplices a Tommy DeVito e Henry Hill. Bem, Jimmy Conway e Tommy DeVito não existiram realmente, e Henry Hill era um rato que não esteve de fato envolvido no Assalto de Lufthansa, então quem são esses caras? Olhemos a trupe do Assalto Lufthansa a partir de Os Bons Companheiros.

Jimmy Burke – vulgo Jimmy Conway; vulgo Jimmy o Cavalheiro; vulgo O Irlandês

Interpretado por Robert De Niro em Os Bons Companheiros

Jimmy Burke - Os bons conpanheiros

Em Os Bons Companheiros, Robert De Niro interpretou Jimmy Conway. Seu nome real era Jimmy Burke e ele era conhecido no filme e na vida real como Jimmy o Cavalheiro. Bem como “O Irlandês”. Tanto em Os Bons Companheiros como em Quem Tudo Quer, Tudo Perde – o livro de Nicholas Pileggi – afirmam que Burke planejara o assalto. A partir de uma informação passada por uma gostosa, bem, em Os Bons Companheiros ele cobriu partes carecas de sua cabeça. Asaro disse que Burke lhe devia.

Jimmy Burke era um associado da família Lucchese. Ele não poderia obter seu broche [isto é, afiliar-se à uma família mafiosa no juramento de sangue; tradução para “get his button”] porque era irlandês. Burke nascera em Nova York. Sua mãe era Jane Conway, e ninguém sabe quem era o seu velhote. A mãe de Burke o pôs num orfanato, e ele foi levado de lá pela família Burke. Há rumores de que parte do dinheiro não possuído do Assalto de Lufthansa teria sido enterrada na casa deles.

Jimmy Burke iniciou-se no crime quando era adolescente. Ele provou ser um cara de confiança na época que tinha 18 anos em 1949, quando falsificou um níquel bancário sem sequer abrir a boca. Jimmy o Cavalheiro tornou em ex o namorado de sua futura esposa quando ela reclamou que ele a estava incomodando, e ele acabou em 12 pedacinhos. Jimmy o Cavalheiro teve duas meninas e dois meninos com Mickey. Ele chamou os meninos de Frank e Jesse James. Frank era o motorista do carro que bateu no Assalto de Lufthansa.

Burke possuía a Boate Robert’s que tinha um bar, no Parque South Ozone, no Queens, onde wise guys jogavam cartas a noite toda e Burke enterrava corpos pela manhã. Burke e Henry Hill passaram seis anos na prisão, a começar em 1972, por espancarem Gaspar Ciaccio até sair as fezes, em Tampa, na Flórida.  Quando chegaram aos seis anos, acrescentaram drogas em seu currículo. A Máfia tinha uma política de negação às drogas. Na verdade, era algo mais do tipo “Não me peça, não me conte mas me pague a p#@$ do dinheiro”, essa política. Todo livro de máfia por volta dos anos sessenta e setenta aderem a essa história.

O bando de Burke segurou os trabalhadores de cargas, e Burke tomou suas carteiras e lhes disse que mataria as suas respectivas famílias caso não ficassem calados por quarenta e cinco minutos. US$ 6 milhões em dinheiro e joias eram para ser divididos entre Burke, seu bando e as famílias Lucchese e Gambino. Só que Asaro afirma que Burke não lhe prestou a devida porcentagem, e um monte de caras não viveram por tempo o suficiente para coletar. Burke ficou assustado com a publicidade e grampeou todos os envolvidos com exceção de Frank James, Tommy e Angelo Sepe.

Henry Hill não fez parte do Assalto de Lufthansa e acabou colocando Burke fora de jogada quando ele deixou uma grana para cada um de seus amigos. Burke morreu em prisão, mas a caminho de lá ele apontou para o aeroporto Kennedy e disse aos tiras “aquilo era tudo meu”.

Burke estrangulou Jimmy Breslin quase até a morte, após ele ter escrito um fragmento sobre Paul Vario. Isso deveria ter sido promulgado no filme. Em 11 de dezembro de 1978 Burke provocou o Assalto de Lufthansa.

Thomas DeSimone – vulgo Tommy DeVito; vulgo Tommy Duas Pistolas; vulgo “Tommy D”

Interpretado por Joe Pesci em Os Bons Companheiros

Tommy DeSimone - Os bons conpanheiros

Em Os Bons Companheiros, Tommy DeVito foi interpretado por Joe Pesci. O real nome do cara era Thomas DeSimone, e ele era na verdade dez anos mais novo que Henry Hill…mesmo embora Pesci pareça mais velho, e o filme traga que eles foram criados juntos.

Tommy nasceu para ser um mafioso. Thomas Anthony DeSimone nasceu em Boston e era chamado de Rosario DeSimone (em razão de um avô que era um chefe de máfia em L.A.). O “Tio Frank” de Tommy era Frank DeSimone, tornando-se o segundo membro da família DeSimone a virar chefe da família criminal de Los Angeles.  Tommy era um associado da família Lucchese de Nova York, e os seus dois irmãos eram associados da família Gambino. Tommy era casado com Angelica Spione “Cookie”, o irmão dela era o gangster Joe Spione “O Barbeiro”…o qual Tommy matou.

Em 1965, DeSimone se juntou ao bando,f da zona leste Nova-Iorquina, de Paul Vario. Em 1968, quando ele tinha 17 anos, DeSimone cometeu o que Henry Hill afirma que foi seu primeiro homicídio, um estranho aleatório. Tommy carregava sua pistola num saco de papel marrom, em sequestros. Anthony – irmão de Tommy – foi morto por ser um rato [delator, tagarela].

Tommy estava provavelmente tentado a matar William Bentvena (o “Billy Batts”) durante sua festa de “bem-vindo ao lar”, na Boate Robert’s, que era de Burke. Bentvena era um homem honroso na família Gambino e era do mesmo bando de John Gotti. Burke segurou Bentvena, e DeSimone o espancou com uma chave biela. Mas a p##$@ do sol brilhou pra ele. Burke e DeSimone tinham de matar Bentvena novamente no caminho em direção ao canil onde eles o enterraram, mas eles pararam na casa da mãe de Tommy ao longo do caminho. Em Os Bons Companheiros, Billy Batts foi interpretado por Frank Vincent.

DeSimone matou o bartender Michael Gianco “Aranha” por perguntar-lhe por que não ia se foder. A menos que Henry Hill tenha inventado essa história. Tommy DeSimone estrangulou o melhor amigo de Jimmy Burke, Dominick Cersani “Remo”, com uma corda de piano, especialmente porque Jimmy lhe disse para o fazer.

Mas Tommy DiSimone, violento como era, não estava totalmente focado em assassinar. Ele auxiliou no planejamento e no recrutamento para o Assalto de Lufthansa. Ele foi o único membro do bando que foi flagrado porque seus sapatos estavam muito lustrosos; DeSimone também se livrou de Parnell Edwards, o “Stacks”, por esquecer de se livrar do caminhão do Assalto de Lufthansa.

De acordo com Henry Hill, em seu livro de memórias Gangsters and Goodfellas, Karen estava dormindo com Paul Vario enquanto Hill esteve preso. Tommy quis entrar em ação, porém Karen o recusou, e DeSimone tentou estuprá-la.

Vario apontou Tommy pelo homicídio de Bentvena à família Gambino. Algum tempo depois em Dezembro de 1978, DeSimone ficou sabendo que iria ganhar seu broche. A esposa de DeSimone, Angela, relatou o desaparecimento de Tommy em 14 de Janeiro, de 1979. Ela disse que ele a devia US$ 60. Em Gangsters and Goodfellas, Henry Hill diz que John Gotti espancou-lhe; o informante da máfia Joseph Iannuzzi – vulgo “Joe Dogs” – afirma que Thomas Agro fez tal coisa.

Recentemente recebemos uma nova informação sobre o assassinato de Tommy DeSimone, também.

Pesci tinha 46 anos quando participou de Os Bons Companheiros, DeSimone tinha 28 anos quando foi baleado pelos bons companheiros.

Henry Hill – vulgo o “wise guy” que entornou pros federais e para Nick Pileggi

Interpretado por Ray Liotta em Os Bons Companheiros

henry Hill - Os bons conpanheiros

Henry Hill foi interpretado por Ray Liotta em Os Bons Companheiros. Henry Hill, Jr. foi associado com a família Lucchese. Ele nunca tornou-se honroso, pois seu pai era irlandês. Em 1980, Hill vazou informações para o FBI e mais de cinquenta caras foram enviados, incluindo o capo da Lucchese Paul Vario, e Jimmy Burke.

Hill era um garoto de recados para Vario, desde seus 13 anos. Ele conseguiu um cartão da união [cartão da organização de labor dos EUA] como construtor civil e abandonou a escola por trabalho fácil “sem aparecer”. Hill era esquentado quando jovem, especializado em incêndio culposo – após ter feito o ponto de táxi da Empresa Rebel Cab arder em chamas. Na primeira vez em que Hill foi preso ele tinha 16 anos. Ele era, na verdade, incomodado por um crime de Lenny Vario, mas manteve sua boca fechada sob pesado interrogatório

Hill entrou pro exército em Junho de 1960 para passar por uma sondagem em uma cúpula da máfia do Apalachin em 1957; a qual, pode ter nomeado (ou não) o seu chefe. Hill fez dois meses em prisão quando estava no exército, por roubar o carro de um xerife e entrar numa briga em um bar.  Em Os Bons Companheiros, Hill conhece sua futura esposa Karen Friedman em um encontro duplo com Tommy, mas na verdade foi o filho de Paul Vario, Paul Jr., que foi ao encontro. Preparando seu velho parça, para que pudesse pôr chifres detestáveis em Hill, depois.

Em 7 de Abril de 1967, Hill e Thomas DeSimone derrubaram a Air France tomando-lhes US$ 420.000, deixando um guarda bêbado e caído, e tirando uma cópia de sua chave para o cofre. Fortuito guarda da porra.

Hill diz que William Bentvena (o “Billy Batts”) foi morto porque Burke assumiu as operações de agiotagem de Bentvena enquanto este estava preso e, agora que estava solto, Bentvena queria-lhes de volta. Ele afirma que isso ocorreu algumas semans após a festa, mas ainda teria sido DeSimone que teria gritado “Lustra essas porras de sapatos!” e deu uma coronhada em Bentvena. Hill afirma que eles pararam na mãe de DeSimone para pegarem uma pá, e que ela lhes preparou um café e um lanche. DeSimone matou Bentvena com a pá e uma chave biela. Após ter matado Bentvena duas vezes, era simplesmente justo que eles o enterrassem duas vezes.

Hill cumpriu seis anos de pena com Burke por espancarem John Ciaccio por ele ter evadido-se de uma aposta. Um mês depois, Hill foi preso porque a irmã de Ciaccio trabalhava para o FBI. Um juiz considerou Hill e Burke culpados de extorsão em 3 de Novembro de 1972, e eles foram alojados na Penitenciária dos Estados Unidos, em Lewisburg, juntamente de Paul Vario. A maior parte do bando de John Gotti esteva lá, na época, também.

Dois meses depois de Hill ter saído da cadeia, Martin Krugman, seu apostador, disse-lhe sobre Lufthansa e sobre o quanto em dinheiro havia no cofre do Aeroporto Kennedy.  Hill não estava de fato no empreendimento, e Krugman foi intoxicado e hackeou a “Empresa Vinnie’s Fence”.

Hill passou a usar drogas. A vender e usá-las. Ele foi apontado por um estafeta do tráfico que também abriu o bico sobre Lufthansa. Hill foi preso em 27 de abril de 1980 e dedurou a todos que ele achava estarem soltos (o bastante!) para descarregarem munição nele. Burke teria tentado contratar Greg Bucceroni para matar Hill, mas ele havia “passado” o serviço, e Burke havia sido preso. O testemunho de Hill condenou a 50 caras. Jimmy Burke pegou 20 anos pelo escândalo na localização de Boston College com a lâmina de barbear; entre 1978–79.

Henry e Karen Hill entraram no programa de proteção a testemunhas. Henry foi afetado por porte de drogas em Seattle, em 1987 e foi expulso do programa. Hill se escondeu no programa de rádio de Howard Stern. Ele é atualmente uma exibição no Museu American Gangster, na Cidade de Nova York. Hill morreu em 12 de junho de 2012, um dia após seu 69º aniversário. No dia seguinte, o ex-especialista em incêndios dolosos foi cremado.

Paul Vario – vulgo Paul Cicero

Paul Sorvino interpretou Paul Cicero em Os Bons Companheiros

Pauly - Os bons conpanheiros

Paul Sorvino interpretou Paul Cicero em Os Bons Companheiros. Seu verdadeiro nome era Paul Vario, e ele nasceu na Cidade de Nova York. Vario era um dos capitães da família Lucchese. Em certo ponto ele foi subchefe. Quando ele tinha 11 anos, em 1925, Vario levou uma detenção juvenil de sete meses por evasão escolar.

Vario e seu bando tratavam o Aeroporto Kennedy como o Citibank. Vario controlava e protegia jogos de azar na zona leste de Nova York, no Brooklyn. Ele era dono de uma loja de flores, de um restaurante, e de um ponto de táxi que servia-lhe de escritório. Seu irmão, Vito vario (o “Tuddy”), gerenciava a Empresa de Táxis da Euclid Avenue, e a Pizzaria Presto. Tuddy foi baseado no irmão mais novo de Paul Vario: Vito. E Vinnie (Charles Scorsese) foi baseado em Thomas Agro.

Hill afirma que Vario jamais falava no telefone, pois nunca se sabia quem poderia estar ouvindo. Hill também sustenta que Vario tinha um temperamento desagradável. Vario mandou seus meninos lutarem com todos os garçons do Don Pepe’s (com bastões de beisebol), por terem mantido Vario e sua esposa Phyllis esperando na fila. Paul e Phylis Vario tinham 3 filhos: Peter, Paul Jr., e Leonard.

Vario era “diretor do corpo de membros” para a Liga de Direitos Civis Ítalo-Americana do chefe de máfia Joe Colombo, nos anos ’70.   Ele caiu fora após Colombo ter começado a taxar o FBI e o Governo dos EUA de racistas, atraindo ânimos esquentados. A partir do final dos anos 1960, Vario passou a ser subchefe para o cabeça da família Lucchese: Carmine Tramunti.

Vario pegou três anos por o que quer que estivesse acontecendo em sua oficina de desmanche, na prisão federal localizada em Lewisburg. Varioi cozinhava para os outros detentos. Quando Vario saiu da prisão em 1975, o chefe da Lucchese era Anthony Corallo, e Salvatore Santoro (ou “Tom Mix”) era seu subchefe.

O DEA [força de combate às drogas americana] passou a caçar Vario por uma operação do tráfico em US$ 1.5 milhão, ainda que Vario tivesse impedido seus soldados de lidarem com drogas. Paul Vario aprovou o Assalto de Lufthansa em 1978. De acirdo com Henry Hill, Vario mantinha um milhão de dólares em dinheiro em um cofre. Vario virou a casaca entregando Thomas DeSimone para a família Gambino por ter tentado estuprar a esposa de Henry Hill, com a qual Vario estava metendo, ultimamente.

Vario morreu no dia 03 de maio de 1988 de um cólon inflamado, enquanto estava preso na Prisão Federal Forth Worth, no Texas. Vario estava cumprindo uma sentença de doze anos por ter ajudado Henry Hill a conseguir um emprego fantasma quando saiu da prisão; além disso, sob confissão de Hill, por extorsão, no Aeroporto J.F.K..  Ele tinha 73 anos.

Martin Krugman – vulgo Morrie Kessler

Interpretado por Chuck Low em Os Bons Companheiros

Martin Krugman - Os bons conpanheiros

Em Os Bons Companheiros, Chuck Low interpretou Morrie Kessler, que foi baseado em Martin Krugman. Martin Krugman era um apostador que pagava uma certa quantia de honra a Jimmy Burke. Krugman gerenciava um salão de cabeleireiro masculino, o For Men Only, que também vendia perucas para homens que não tinham cabelo o suficiente para tratar no salão. Caso fossem deixadas para Jimmy Burke, aquelas perucas poderiam ter sido presas nas mechas que não haviam.

Krugman era um judeu russo Ele foi o cara que deu a pista para Burke acerca da quantia de dinheiro que poderiam fazer no assalto de Lufthansa. Henry Hill era o intermediário.

Krugman imaginava que sua parte no Lufthansa seria US$ 500.000. Burke imaginou que qualquer pessoa careca e “descarada” o suficiente para pedir aquela quantia também o fosse para ser espião do FBI.  Conforme colina afirma: Jimmy, Angelo Sepe, e o suposto capitão da Bonanno Vincent Asaro – o cara que havia acabado de ser estrangulado – mataram e cortaram Krugman em pedaços, e o enterraram próximo de Remo e Michael Gianco, sob a Boate Robert’s.

Karen Friedman AKA Karen Hill

Interpretado por Lorraine Bracco em Os Bons Companheiros

karem - Os bons conpanheiros

Lorraine Bracco interpretou Karen Hill em Os Bons Companheiros. Karen Hill não fizera parte do Assalto de Lufthansa, mas esse impactou sua vida. Além disso, ela esteve fodendo com Paul Vario, e Tommy DeSimone tentara estuprá-la após ela ter o recusado.

Karen Friedman estava limpando os dentes quando conheceu Henry Hill. Ela era uma menina judia de uma rigorosa família judaica do Condado de Nassau (na Flórida).  Sua amiga Dana Shapiro não queria ir a um encontro com o filho de Paul Vario, Paul Jr., sozinha, então eles a emparelharam com Henry Hill e eles juntos sairam para beber no Villa Capra, na av. Cedarhurst, no Brooklyn.

Henry e Karen se casaram em 29 de Ago. de 1965 na Carolina do Norte, longe da família de Karen, com quem eles acabaram morando perto, quando voltaram. Henry converteu-se ao judaísmo para que pudessem se casar novamente numa cerimônia judaica. Karen e Henry tiveram dois filhos: Gregg e Gina. Henry fodia geral. Karen tinha um caso com o chefe do marido: Paul Vario.

Após Henry Hill ter aberto o bico para os federais, ele foi posto no programa de proteção a testemunhas com Karen e as crianças. Hill foi pego em posse de drogas e foi expulso do programa. Karen e Henry se repudiaram em 1989, e Karen entrou na fila do divórcio em 1990, mas o mesmo não foi concluído até 2002.

Parnell Steven Edwards – vulgo Stacks Edwards; vulgo Stax Edwards

Interpretado por Samuel L. Jackson em Os Bons Companheiros

Parnell Steven Edwards - Os bons conpanheiros

Samuel L. Jackson interpretou Stax Edwards em Os Bons Companheiros. Tirado do caminho com um tiro por trás da orelha por Tommy de Joe Pesci. Ele se atrasaria para seu próprio funeral.

Parnell Steven “Stacks” Edwards era um experto em roubo de cartão de crédito e ora também músico que tocava blues. Seus próprios blues começaram quando ele teria que se livrar de um caminhão. Em 18 de Dez. de 1978, DeSimone e Angelo Sepe atiraram em Edwards por não ter se livredo de um caminhão de fuga, conforme Jimmy Burke lhe dissera pra fazer. Burke estava convencido de que o músico de blues cantaria, se fosse pego.

O bando de Burke roubou uma van no Flushing, para usar à serviço de Lufthansa. Edwards deveria despejar a van, mas os tiras a encontraram numa zona de não-estacionamento no Brooklyn – dois dias após o roubo. Os tiras encontraram impressões digitais na parte interior da van e também na carteira de Kerry Whalen, que esteve assentada na van.

No dia seguinte, os policiais encontraram a van, a Boate Robert’s foi palco de uma Festa de Natal por Paulie Vario, que estava lá, tendo vindo da Flórida. Stacks estava na festa. Stacks deu uma olhada no maço de dinheiro que Henry Hill deixou à mostra e começou a fazer piadas sobre como os caras da Máfia branca seguraram aqueles milhões enquanto Stacks estava fodidamente quebrado. Henry lembrou-se: “Eu sabia que Stax tinha assinado sua sentença de morte naquele dia”.

Stacks Edwards era o primeiro na parada de sucessos quando Burke mandou que todas as pontas soltas fossem cortadas. Em 18 de Dezembro, num apartamento do Ozone Park Queens onde Stacks havia “amarrado seu burro”, ele levou tiros na parte de trás do crânio, seis vezes. DeSimone havia recebido uma promessa de que quando Edwards fosse cortado ele seria “endireitado” e tornado em homem honroso. Sabemos como isso terminou.

Ad Mafia Academy png1200

Add Comment

os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
Frattiano
Família criminosa de Los Angeles, mais conhecida como “Mickey Mouse Mafia”
Pizzo-Cosa Nostra-extorçao
Qual é a principal atividade da Cosa Nostra?
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá