Onde estão as cinco famílias de Nova Iorque hoje?

A máfia fica exposta quando a aplicação da lei opera detenções. Os jornais imprimem histórias sobre homens com apelidos coloridos e seus “supostos” atos de assassinato e pedaladas fiscais.

Tais histórias estão com os dias contados, atualmente. Quando os jornais cobrem uma matéria da máfia, geralmente versam sobre homens idosos que cometeram crimes que remontam a décadas. Você pode tirar pelo julgamento de Vincent Asaro, este ano. Anunciado como o grande caso Lufthansa Heist, que foi apontada no clássico cinematográfico Os bons companheiros, o qual muitos fãs consideram ser a tomada mais precisa sobre a máfia (embora da máfia das décadas de 1960 e 1970). O julgamento terminou em uma absolvição chocante para o réu de 80 anos de idade, um antigo camarada de James Burke, ou Jimmy o Cavalheiro.

A máfia não é o poder que já foi. Mas teria ela terminado? Teria se revertido a gangues de rua das quais emergiram originalmente as Cinco Famílias de Nova Iorque, no final do século XIX e início do XX?

Onde estão cinco famílias de Nova Iorque? Gambino, Genovese, Bonanno, Lucchese, e Colombo. Os fatos parecem sugerir o contrário, embora sustentem essa referência a gangues…

Premissa

A Máfia é uma sociedade secreta cujos membros são conhecidos por ir às consequências cabais para esconder sua coligação, sem mencionar seus atos criminosos bem como suas relações com os grupos criminosos aliados, seus encontros, etc. Os clubes sociais estão fechados e não existe mais John Gotti — o que significa dizer que não há “nomes familiares” na máfia.

As famílias do crime de Nova Iorque também têm se beneficiado do terrorismo, o qual tem absorvido uma parcela maior dos recursos do FBI. Oficiais de execução da lei disseram por volta do Dia da Apreensão da Máfia, em 2011, que o FBI estava finalmente se reorientando, após o 11 de Setembro. Os recentes tiroteios na Califórnia e os ataques terroristas em grande escala na França estão provavelmente provocando uma maior retirada de homens e de suprimentos da batalha contra o crime organizado.

Historicamente, a Máfia foi capaz de atingir o nível de poder que já havia atingido antes devido ao foco do FBI sobre o comunismo. O terrorismo pode, eventualmente, vir a ser o “novo” comunismo.

O clã americano Cosa Nostra foi organizado especificamente para se perpetrar. Não importa quantos indivíduos isolados sejam tombados por morte ou prisão, a própria instituição estruturada mesmo — ano passado indexada pelo FBI com a força de 8.000 pessoas, incluindo membros admitidos e associados — continua ativa, e aprendendo.

Hoje em dia, dois esquadrões do FBI estão investigando a máfia de Nova Iorque. No auge da guerra do sistema de bancos centrais dos EUA contra a Máfia, havia cinco unidades, uma para cada família criminosa. Em Junho de 2013, o FBI relatada pela primeira vez que havia apenas dois esquadrões com base na cidade de Nova Iorque vigiando mafiosos — uma redução de mais que 50%.

A Máfia, entretanto, segundo afirmam oficiais e peritos, está tentando reduzir o seu perfil e se tornar o mais invisível possível.

Nova estratégias

As famílias do crime também mudaram em suas principais formas.

  • Primeiramente, são menos territoriais e mais dispostas a cooperar umas com as outras. Em termos de organização, os bandos da máfia estão mais isolados. Dessa forma, membros e associados têm menos conhecimento sobre as operações gerais de uma família. Isso reduz o dano, caso um agente cometa um “deslize”, em um bando. Além disso, se um membro do bando decidir virar a casaca, não terá tanto a oferecer aos seus assessores além daquilo que ocorreu em seu próprio bando.
  • As famílias estão menos envolvidas em crimes com penas perpétuas, incluindo assassinatos, que supostamente são proibidos. Em termos de pedaladas fiscais geradoras de receita, as que desferem o maior dano quando são descobertas foram consideradas proibidas. Fraude financeira, planos secretos com boatos sobre ações de baixo preço — que serviram sendo o principal meio de sonegação no início dos anos 1990 — são negócios “proibidos por lei”, para os mafiosos, bem como o narcotráfico, supostamente o é.
  • A máfia está regressando às suas competências básicas e fundamentais: agiotagem, extorsão, jogos de azar, narcotráfico e infiltração de trabalhos organizados. Eles ainda conseguem encontrar o nicho do sucesso, ocasionalmente. Nos dias atuais, isso inclui jogos de azar à nível global online, e a venda ilícita de drogas como o Viagra.
  • A Máfia está a recrutar para suas fileiras, também. “Eles podem reabastecer-nos de pessoal quando bem entenderem, mas têm de permanecer dentro das quotas estabelecidas pelo Lucky Luciano,” disse uma fonte. Foram estabelecidas quotas, na época das cinco famílias “oficiais”, em 1931.

Ainda assim, a máfia tem sofrido — tem sido seriamente ferida por esforços de aplicação da lei em larga escala que começaram aproximadamente na década de 1980.

Fontes revelaram que a Comissão da Máfia, erroneamente declarada extinta por reportagens de jornais de 25 anos atrás, apenas foi abolida nos últimos anos. Criada em 1931 sob os auspícios de Charlie Luciano, o “Sortudo”, a Comissão forneceu planejamento e supervisão para as “sonegações inter-familiares” da Máfia

Mesmo assim, as famílias do crime “têm seu jeito de fazer as coisas,” como um ex-mafioso me confidenciou.

A fonte, feita na década de 1970, também disse que três das famílias de Nova Iorque (as: Genovese, Gambino e Lucchese) estão em operação, enquanto as outras duas — os Bonanno e Colombo — estão em desarranjo.

Os Colombo

Os Colombo sofreram de ter um chefe que comandava a partir da prisão, pelas últimas décadas. A família Colombo envolveu-se na guerra civil de grande escala na década de 1990, quando o então chefe interino, Vittorio Orena “Little Vic,” buscava assumir o controle do chefe oficial de longo poder Carmine Persico, o Cobra. Orena foi expulso pra sempre. Persico reteve o controle. Quando um novo chefe Colombo for nomeado, significará ou que o Cobra morreu, ou que foi finalmente destronado com sucesso pela família mafiosa mais nova e mais violenta de Nova Iorque.

Os Bonanno

O chefe em exercício da família Bonanno, Thomas DiFiore “Tommy D”, esteve preso por mais de um ano; e o chefe oficial, Michael Mancuso, o Nariz, estará preso por cerca de mais quatro anos. (Isso é, a menos que Vincent Basciano, ou Vinny Bonitão, cumprindo perpétua, seja ainda o chefe oficial.)

Assim, observamos que as famílias capazes de reunir homens o suficiente para mostrar poder nas ruas e para operar fraudes são dirigidas por chefes poderosos e acessíveis.

Os Genovese

A família Genovese historicamente jamais revelou seus verdadeiros chefes, nem mesmo a outras famílias do crime. Isso ajudou a amortecer a família contra a aplicação da lei; também ajudou a fortalecer a mão da família em momentos de calmaria.

“Nós nos reuníamos várias vezes com a Parte Oeste, a fim de cuidar de uma determinada situação,” uma fonte explicou, uma vez. “Sempre que nos encontrávamos, eles tinham caras diferentes, lá! Tínhamos de começar do zero toda f—dendo hora!” Evidentemente, pelo fato de remendarem confusões e problemas de pequeno porte nessas situações, e de, simplesmente, terem novos “representantes” aparecendo nos encontros, pessoas que “não sabiam de nada” sobre um assunto ou problema específico — a hierárquicada Genovese foi capaz de ganhar mais acordos. Ou ao menos, de perder menos.

Os Gambino

No entanto, o olhar coletivo da máfia está no plano organizacional de 1931. As três famílias operacionais estão ajudando a liderar os remanescentes das outras duas. A Família Gambino de Nova Iorque também têm um nível de controle sobre família DeCavalcante, sediada em Nova Jersey.

Há boatos de que os Gambino levantaram a Frank Cali como chefe, na hierarquia. Cali tem fortes ligações com certas famílias da Máfia Siciliana. Uma investigação anterior revelou que há a possibilidade de tráfico de drogas em larga escala — resultando de certos encontros no exterior que Cali tem tido, na Sicília.

Enquanto isso, um bando dos ‘Ndrangheta (da Máfia baseada no sul da Itália, na Calábria) foi achado operando em Nova Iorque. Estava especificamente comandando um elo bilionário, entre duas famílias nova iorquinas, de tráfico de drogas: os Bonanno e os Gambino. Neste ano, um suposto membro dos ‘Ndrangheta foi preso porque teria agido como um tratante de drogas entre a máfia calabriana e os cartéis mexicanos. Ele mantinha uma pizzaria localizada em um bairro da vizinhança do Queens, a qual sabe-se que era supervisionada por um poderoso capo (cabeça de organização criminosa) da Genovese.

Há uma parte final da história — a máfia formando alianças com gangues de rua — que este presente escritor crê que esteja acontecendo com base em duas incursões policiais recentes, uma em Montreal e outra em Nova Iorque.

O caso em Nova Iorque também demonstra a grande disposição da máfia de cometer assassinato, quando necessário. Embora homicídios do crime obscuro pareçam não estar acontecendo nos dias de hoje, a máfia ainda assassina.

Michael Meldish foi “desligado” em Novembro de 2013. Esse assassinato é amplamente considerado como o último homicídio “abafado” da máfia.

Os Lucchese

Um poderoso chefe dos Lucchese chamado Matty Madonna (79) estaria irado, segundo se sabe, com Meldish cerca de oito meses antes do associado condenado ter sido morto à tiros (uma bala na cabeça, à queima roupa).  Na época, Meldish teria supostamente trabalhado para Madonna, coletando pagamentos, entre outras coisas.

Membro poderoso no escalão, Madonna é amigo pessoal do chefe atuante da família Lucchese, Stevie Crea, um mafioso experiente com base no Bronx. O qual, segundo afirmam, está cada vez mais focado em negócios mais “legítimos”, no sentido de legal do termo. Crea está foragido. O chefe oficial da família continua a ser, especula-se, Vittorio Amuso, o “Little Vic”, preso em perpétua.

Madonna e outros cinco membros da família Lucchese foram declarados culpados por sonegação de impostos, neste Junho passado. Madonna foi sentenciada à prisão no tribunal estadual de Nova Jersey no final de Setembro por seu papel atuante em um elo internacional de jogos de azar.

As prisões foram feitas após uma investigação conhecida como Operação Calor, que se deparou com o empreendimento de jogos de azar global de US$ 2.2 bilhões, que também havia se beneficiado de uma operação de contrabando prisional.

As ações também pendem contra o preso na Prisão Estatal do Leste de Jersey Edwin B. Spears, um membro do alto escalão da gangue de rua afiliada aos Bloods: “Nine Trey Gangsters” (Gangsteres dos Nove Terços, em tradução livre). Spears teria, supostamente, formado uma coligação com o chefe da família Lucchese de Nova Jersey, Joseph Perna, para contrabandear drogas e celulares à prisão.

Agentes policiais chocaram-se ao descobrir que a gangue de rua afiliada aos Bloods havia juntado forças com a Máfia.

Os bandos da Máfia evitam os holofotes, ao passo que gangues feito a dos Bloods e a dos Crisps se orgulham de mostrar as afiliações de suas respectivas gangues, aterrorizando os aplicadores da lei e o público com demonstrações desagradáveis de poder e riqueza.

Veja também: Máfia Vs Gangs ⇒ 4 diferenças Básicas

Um fonte (de uma força tarefa legal) notou que, enquanto persegua o crime organizado e casos de gangues de rua entre 1998 e 2003, ele “ouvia com frequência membros dos Bloods falarem de membros e clientes da Máfia com admiração”.

Os caras dos Bloods adoram os mafiosos porque eles são os “velhos gangsters de escola,” ele disse. “Muitos dos meus informantes da Máfia presos reclamariam que não foi-lhes possível fugir dos Bloods, que sempre os seguiam e os bajulavam por favores.”

Em Montreal, uma incursão policial recente envolveu a organização mafiosa Rizzuto, o clube motociclista Hells Angels e gangues de rua — incluindo os Sindicatos, que são menos diretamente ligados aos Bloods, pois alguns dos membros foram antigamente membros dos Bloods, de acordo com reportagens de jornais.

A Nação Unida Blood se concentra em peso através de toda Nova Iorque. Amplamente conhecidos por sua rivalidade com os Crips, os  membros dos Bloods vestem a cor vermelha.

Acredita-se que cerca de 20.000 membros teriam, já, se juramentado à gangue. Isso é bandido pra caramba.

Comentem e acompanhem.

Mafia Academy

Add Comment

Cuntrera-Caruana mafia cosa nostra
O Clã Mafioso Cuntrera-Caruana
os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
Frattiano
Família criminosa de Los Angeles, mais conhecida como “Mickey Mouse Mafia”
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá