O Fascínio pelos Gangsters continua Mais forte que Nunca!

Criminosos capazes de viver acima das regras, heróis românticos que nunca tem medo, bandidos impiedosos com os arrogantes, mas justos com os fracos: é assim que o cinema e a literatura descrevem a figura do gangster mafioso.

Nestes últimos meses, temos visto lançar alguns bons filmes de gangster! É o caso de “Legend“, por exemplo, que narra a história real dos  irmãos gêmeos criminosos Kray, que se tornou um sucesso desde o seu lançamento na Inglaterra. Outro filme marcante é Black Mass (Aliança do crime), que conta a história do notório gângster de Boston, Withey Bulger.

Mesmo assim, os clássicos como a trilogia do “Poderoso Chefão”, “Goodfellas”, “Scarface” de 1932, Os Intocáveis, “Era uma vez na América” e muitos outros, continuam encantando um público independentemente do cunho violento, intimidador e abusivo dos filmes.

Mas, por que será que essa temática do estilo gângster mafioso continua fascinando a audiência que é ávida para descobrir mais sobre o padrão de vida desses criminosos?

É a fome pela informação por traz da vida real desses Senhores, é claro! Por exemplo, o filme Legend é ideal para descobrir a história dos irmãos gêmeos Kray, chefes de uma poderosa organização criminosa britânica no East End de Londres nos anos cinquenta e sessenta. Só na semana de estreia, o filme foi capaz de arrecadar cinco milhões de libras, também devido ao forte impacto deles na cultura popular.

Legend foi o melhor lançamento e o maior filme de uma produção britânica que continha 18 certificações. O filme estreou primeiramente nos EUA e logo em seguida na Inglaterra.

Foi assim também no caso do filme Aliança do crime, onde Johnny Depp encarna o papel do gangster da vida real James “Whitey” Bulger, atuando de forma extraordinária e mostrando o lado obscuro e violento do mafioso mais poderoso de Boston desde 1970 até meados de 1990.

O que faz desses gângsters serem tão apavorantes e tão fascinantes ao mesmo tempo?

No nosso ponto de ver há algo extremamente aspiracional nisso, de fato os gangsteres conseguem fazer tudo que eles querem, se misturaram com as celebridades, os políticos e figuras da sociedade, mas sobre tudo assumem riscos os quais nós não poderíamos fazer na vida real.

O Gangsterismo na cultura popular

Filmes sobre criminosos são populares desde o começo do século. “Os Mosqueteiros de Pig Alley”, de DW Griffith, foi lançado em 1912, sendo considerado o primeiro filme de gângster já produzido.

Os acadêmicos Robert Bieber e Robert Kelly escreveram sobre o conceito de gangsterismo na cultura popular dessa época relacionando com o sonho americano, (American Dream, uma síntese dos costumes dos Estados Unidos) dos gangsteres; os pobres conseguindo estabelecer uma posição exaltada na sociedade e o fato da grande riqueza ser atingida por meios ilegais. Para aqueles que tiveram oportunidades negadas, de subirem na vida, eles se tornaram guerreiros de uma classe criminosa.

Os filmes da década de 1910 e 1920 foram vistos por muitos como crime cheios de glamour e, foi aí que o Código Hays estabeleceu orientações morais para Hollywood em 1930, estipulando que a simpatia da audiência nunca deveria ser jogada para o lado do crime, o delito, o mal ou pecado.

Por exemplo, o filme Scarface de 1932 inspirado no gangster da vida real Al Capone, foi visto como altamente violento tanto que tinha como subtítulo “A Vergonha da Nação”. O tema continua em Michael Corleone, personagem principal da trilogia “O Poderoso Chefão”, lançado entre 1972 e 1990, no qual se relatam as impiedosas operações da poderosa família Corleone, tornando-se gradualmente mais brutal.

“Eu não o vi como um gangster,” disse Al Pacino, sobre seu personagem Michael Corleone. “Eu senti o seu poder como uma qualidade enigmática.”

Na realidade podemos afirmar, que o público não quer ver a verdade do que estes mafiosos fizeram. Se você colocar isso na tela, eles serão repelidos por elas. Eles querem acreditar na lenda e não na verdade.

Veja Também: 5 Histórias reais da Máfia por trás do O Poderoso Chefão

A fascinação continua

Há amplamente dois tipos de filmes de gângsters – os de ficção e os baseados em histórias reais. Estes envolvem um “equilíbrio delicado” entre entreter o público e ao mesmo tempo em mostrar a realidade.

Os verdadeiros mafiosos são os primeiros a serem fãs dos clássicos filmes de gângsters americanos, eles ostentam dinheiro, carros velozes, mansões e sexo, e os filmes também continuam mostrando esse lado luxuoso.

Então, podemos dizer que ainda há uma romantização da figura do homem do negócio do crime, mas também, quando aparece a triste realidade da violência gângster, ela sim pode ser chocante, mesmo no contexto de um filme.

Por exemplo em Os bons companheiros (Goodfellas), lançado a mais de 25 anos atrás, Tommy Joe Pesci, quebra um restaurante porque o pedem para pagar a conta. Tommy mata outro homem depois que ele zomba de sua carreira anterior por ter sido um engraxate de sapatos. Ele lhe dá socos repetidamente, enquanto um associado o chuta. Tommy culpa a morte como um “desrespeito”.

Essa mentalidade gangster mafiosa deveria assustar a maioria das pessoas pela forma de como estes senhores podem agir assim de repente deste jeito. Mais acontece que não é assim. Tanto na realidade quanto na ficção a forte atração pelos gangsters continua mais forte que nunca!

Veja também: Assim Scarface tornou-se um Mito para Todos os Chefes

Mafia Academy

Add Comment

O Chefe Está Morto mas a Máfia segue Viva, afirma Magistrado e Mafioso
Cuntrera-Caruana mafia cosa nostra
O Clã Mafioso Cuntrera-Caruana
os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá