Máfia Summit: O que foi a reunião do Apalachin?

O encontro de Apalachin foi um comício feito em 14 de Novembro de 1957, no qual, membros da máfia se reuniram para discutir suas operações mafiosas e para confirmar a liderança das famílias. Entretanto, o encontro logo seria um marco na história da Máfia, pois tornar-se-ia uma assembleia que expôs a Máfia, a partir de uma incursão do FBI que resultaria em 58 prisões. Alguns dos presos eram membros do alto escalão da Máfia, como Carlo Gambino, Vito Genovese e Joe Profaci. De quebra, posteriormente, o diretor do FBI J. Edgar Hoover criaria seu próprio sindicato de perseguição à Máfia, e com isso, uma queda no poder Mafia se iniciaria…

Voltemos alguns passos no tempo e olhemos os eventos que corroboraram para o encontro e, claro, para o próprio dia do encontro mesmo.

Tirando Vantagem do Apalachin

No início dos anos 1950, Vito Genovese estava em um impulso enérgico para assumir a Família Luciano, que estava sendo administrada por Frank Costello, no momento, já que o Sortudo estava no xadrez. Vito sentia que o momento era apropriado para fazer um movimento potente mas, para que assumisse a família, teria de extirpar Costello e seus aliados. Genovese decidiu juntar-se a Carlo Gambino, que obtinha a família Albert Anastasia.

Em Maio de 1957, Frank Costello sobreviveu a um ataque sujo que o levou a renunciar enquanto chefe da máfia, e em Outubro do mesmo ano, Albert Anastasia não foi tão sortudo ao ser explodido por tiros de 12mm, sentado na cadeira de uma Barbearia. Nesse tempo, Genovese possuía o domínio de sua própria família, Porém ele queria assumir a Máfia como um todo – ser o chefe dos chefes. Durante a década de 1950, a máfia passava por mudanças significativas e as lideranças se incomodavam muito com a nova facção – que tentava tomar o controle da Máfia, tomando-o da facção veterana.

Veja Também: As 7 Mais Poderosas Famílias da Máfia Americana

O Encontro de Apalachin

Em 1957, Vito Genovese conclamou um encontro nacional de chefes, no qual 100 membros iriam se agrupar para discutir as operações da máfia e novas mudanças de liderança. O encontro era pra ser realizado na casa de Joe Barbara em Apalachin, a qual era um terreno de 58 acres na zona oeste de N.Y., localizado ao longo da costa sul do rio Susquehanna, próximo da fronteira com a Pennsylvania. Quando chega no dia anterior à reunião, Joe Barbara vai para a cidade e pede por cortes de picanha caros, em preparação para a visita da máfia.

reunião do Apalachin

O principal problema nisso foi que a localização já havia sido usada para um grande encontro da máfia em 1956, no ano anterior. E, no caminho de volta da reunião, Carmine Galante foi parado por soldados estatais, e interrogado. Desde aquele dia de 1956, um soldado estatal de nome Edgar Croswell pusera equipes de vigilância na casa de Barbara. Já que caros e luxuosos carros começaram a circular nesta quieta e modesta cidade de Nova York, a polícia local começou a nutrir suspeitas. Foi então que decidiram derrubar números de placas sem licença e começaram a executar inúmeras blitz de checagem, ali. Como resultado das checagens, a polícia descobriu que todos os carros haviam sido registrados para criminosos conhecidos que haviam visitado a cidade, tendo vindo dela.

A Barreira Policial

Enquanto o encontro estava acontecendo na casa, a polícia formou bloqueios do lado de fora e chamou por (enormes) reforços, prontos para uma incursão.

De cem homens, 50 conseguiram escapar, mas 58 foram presos. Muitos dos mafiosos tentaram escapar fugindo de carro mas foram bloqueados, ou ainda escapar através de campos que haviam, por trás da casa. Alguns dos mafiosos presos eram membros de perfil elevado no escalão do grupo criminoso Cosa Nostra, incluindo o próprio Vito Genovese, Carlo Gambino, Joseph Profaci e Joseph Bonanno. Praticamente todos eles afirmaram ter ouvido que Joseph Barbara estava se sentindo mal, e que tinham ido visitá-lo e lhe desejar boa sorte.

A maioria das acusações foram retiradas, mas 20 mafiosos foram pegos conspirando uma obstrução nos processos judiciais, e foram multados em US$ 10.000, cada um, no ano seguinte.

O Pós-Guerra

Ao invés de ajudar a propelir Vito Genovese no holofote da Máfia como novo chefe dos chefes, esse seria o princípio do fim para Don Vito, porque muitos mafiosos o culparam pela imprensa indesejada e pela atenção que a Máfia passou a chamar como resultado dessa invasão policial.

Edgar Hoover foi obrigado a finalmente concluir que havia de fato uma Máfia que se estendia por entre todo o Estados Unidos, e ele escala uma equipe que iria seguir no combate ao crime organizado em escala nacional.

O anfitrião, Joe Barbara morrera (dois anos após a incursão) de saúde fraca – mas o impacto nos acordos de negócios dele levaram uma potente pancada, após o encontro de 1957. Vito Genovese finalmente é estabelecido por Luciano o Sortudo no ano seguinte ao Apalachin, e foi preso em 1959 por 15 anos. Ele então morre de ataque cardíaco em 1969. Quanto a Carlo Gambino, bem, ele chegaria a tornar-se um dos mais poderosos chefes da máfia de todos os tempos.

Ad Mafia Academy png1200

Add Comment

os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
Frattiano
Família criminosa de Los Angeles, mais conhecida como “Mickey Mouse Mafia”
Pizzo-Cosa Nostra-extorçao
Qual é a principal atividade da Cosa Nostra?
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá