Kosher Nostra: Origem da Máfia Judeia nos Estados Unidos

A Kosher Nostra, ou Máfia Judeia, é o termo usado pela imprensa norte-americana para definir o crime organizado judaico, o qual teve início nos Estados Unidos no final do século XIX e meados do século XX.

Nesse período, chegou do leste da Europa uma grande massa de imigrantes, entre eles, Gângsters capazes de ganhar notoriedade e, ser reconhecidos pela máfia irlandesa e o mafiosos italianos da Mão Negra.

Origens e Gangsters

No final do século XIX, em Nova York, o judeo, Monk Eastman, começou a liderar um bando capaz de disputar com os outros bandos o submundo da cidade. Estimulados pelas oportunidades econômicas do período histórico, conhecido como “Loucos Anos 20”, alguns judeus surgiram das regiões periféricas, para chegar em nível organizacional e operar de forma mais eficaz.

Um desses foi o gangster Arnold Rothstein, que colocou sob seu controle vários negócios na cidade de Nova York. Considerado o “Moisés dos gângsteres judeus”; seu modelo organizacional inspirou as outras máfias. Mais tarde, Rothstein tornaria-se um grande chefe da máfia judaica.

Sobre ele, o mafioso italiano Lucky Luciano disse: “Ele me ensinou tudo, até mesmo como se vestir”.

O crime organizado de judeus era especializado em extorsão e atuavam principalmente, em bairros periféricos ao East Side. Os gangsters mais importante que, também, faziam parte da Kosher Nostra eram Dutch Schultz, Meyer Lansky e o implacável Bugsy Siegel.

Nova York 11 de Novembro de 1931: após a Guerra Castellammarese, foi realizada uma reunião, no Hotel Franconia, entre os representantes da máfia italiana e judaica. Naquele encontro Lucky Luciano e Meyer Lansky conseguiram convencer os gangsters judeus-americanos, a participar de uma cooperação, que mais tarde seria chamada deSindicato Nacional do Crime

Segundo o escritor Leo Katcher, foi o gangster Arnold Rothstein que transformou o crime organizado de uma mera atividade criminosa em um negócio real e organizado. Ele foi o primeiro a ver o “Proibicionismo” (que proibiu a venda, produção e transporte de álcool), como uma oportunidade a ser explorada economicamente, reunindo as diferentes máfias em uma única estrutura de gestão.

Arnold Rothstein entendeu o sentido do capitalismo do século XX (a hipocrisia, a exclusão, a ganância) e conseguiu dominá-lo.

Isso mesmo! Esta foi a origem da Máfia Judaica nos Estados Unidos. Para saber tudo, e mais um pouco, sobre as Máfias e o submundo dos Gangsters é só acompanhar o nosso blog!

Banner rodape mafia-academy

Add Comment

Yakuza ― a máfia do Japão!
Elvis Presley não morreu: por meios naturais…?!
mafia chinesa- a triade
Máfia Chinesa em Foco: A Tríade
ndrangheta-mafia-calabresa4
As 7 Máfias Mais Poderosas do Mundo
A série mafiosa old-style que você respeita: PEAKY BLINDERS, sucesso da Netflix
Top 7 Tentativas de Homicídio das Telinhas Que Fracassaram
o-poderoso-chefao-historias-e-assassinatos-reais
Top 5 Histórias Reais da Máfia por trás do “O Poderoso Chefão”
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Conor McGregor
O que leva um campeão de UFC a simpatizar com a máfia? O caso de Conor McGregor
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?