O Mundo dos Gângsters dos anos 20 e 30

O objetivo desse artigo é conhecer um pouco mais sobre o Mundo dos Gangsters nas décadas de 20 e 30, seus costumes e roupas, além de saber quem comandava neste submundo criminosoContrabando, poder econômico, organizações, contatos políticos, armas, moda e mulheres bonitas; este foi o Mundo dos Gangsters na época da Lei Seca.

As Roupas 

As suas roupas eram um tanto peculiares e chamavam bastante atenção, pois usavam chapéus tipo Fedora, ternos listrados impecáveis, camisas e lenços de seda, suspensórios, coldre, polaina, sapatos de couro preto e arma. Não é necessário falar que andavam impecáveis!

♠ Gangsters da década de 20: Vestidos para matar

As Mulheres dos Gangsters

Nos anos 20, as mulheres que tinham alguma associação com os gangsters, eram chamadas de “Molls”. Em vez, na cultura ítalo-americana, uma mulher gangster era chamada de “Madrinhas”, ou seja, mulheres que faziam parte da máfia.

As suas roupas também chamavam muita atenção, pois as Mulheres dos Mafiosos se vestiam com vestidos de franjas, saias curtas acima do joelho e um corte de cabelo como se estivessem usando bobs, o que para época era feito imenso – afinal, as mulheres não usavam saias acima do joelho. Entre os acessórios se pode incluir cordão de pérolas, piteiras, tiara de penas e casaco de pele. Além de meias de seda com cinta liga.

♠ 7 mulheres gangster mais famosas da história

Os Carros de Luxo

Cadillac, Rolls-Royce, Chryslers, Lincoln, Buick, eram somente alguns dos modelos mais usados por estes Senhores do crime. Carros caríssimos com blindagem especial, pisos falsos e cortinas de fumaça; estes eram frequentemente feitos para Joe Bergl e Clarence Lieder, dois mecânico e armeiro do submundo criminoso de Chicago da era da Grande Depressão.

O “Carro Gangster” mais famoso, era o Cadillac de Al Capone, um 1928 Town Sedan 5.6 V8, o qual foi pensado para ser um dos primeiros modelos a implementar armadura corporal e vidro à prova de balas.

As Armas e Territórios

As suas armas circundavam tanto das mais conhecidas quanto aquelas que não se usavam tanto, ou seja, os gangsters também usavam facas, navalhas e armas, além de usarem bombas, granadas, entre outros tipos de armas.

6 armas preferidas pelos Gangsters na década 30.

Os Gangsters da Mafia conseguiam fazer coisas de deixar qualquer um de boca aberta, ameaças como “vamos dar uma volta” foram feitas pelos mafiosos.

O trabalho de um gangster envolvia se infiltrar em negócios legítimos, normalmente em empresas na qual se era possível ganhar poder político; era dessa forma que conseguiam ganhar cada vez mais poder ao subornar as pessoas e executivos que trabalhavam nessa área. Enquanto isso, o seu local de disputa transformava as cidades americanas em violentas batalhas.

As Gangues

Existiam ao todo 5 gangues, mas será dado destaque a apenas 3 das maiores gangues que existiram.

– A Gangue “The five Points”

Foi fundada por Paul Kelly, que tinha como nome de batismo Paolo Antonio Vaccarelli. A Five Point Gang se instalou no The Sixth Ward, ou seja na área dos 5 pontos (the five points) de Manhattan em Nova Iorque.

Kelly recrutou os mais violentos criminosos para fazerem parte da gangue, Johnny Torrio, Al Capone e Lucky Luciano, são alguns dos mais notórios. Os rivais da gangue eram os Eastman, fundada por Edward “Monk”.

– Gangue “Mão Negra” – Black hand

Foi uma gangue muito violenta de extorsionistas e muito conhecidos por bombardear e matar. A gangue Mão Negra foi a primeira família de Nova Iorque, chefiada por Ignazio “Lupo” Saietta e Giuseppe “Joe” Morello, que nasceu em Manhattan e gradualmente se envolveu com um grupo chamado Família Genovese.

– Gangue “Mão Branca” – White Hand

A gangue Mão Branca foi criada por Dinny Meehan e depois por “Wild Bill” Lovett, operando em Nova Iorque no Brooklyn entre os anos de 1900 e 1925, e os seus rivais eram os gangsters italianos.

Os Gangsters

Entre os gangsters mais famosos da historia da máfia estavam: Johnny “The Fox” Torrio, Lucky Luciano, Al “Scarface” Capone, Meyer Lansky, Benjamin “Bugsy” Siegel, Frank Costello, Joe Adonis, Dutch Schultz, Abner “Longy” Zwillman, Louis “Lepke” Buchalter, Vince “The Executioner” Mangano, Frank Scalice e Albert “Mad Hatter” Anastasia.

– Al Capone

Gangster da Máfia de Chicago, Alphonse Capone, foi sem dúvida o Inimigo Público número 1, ao longo de décadas. Conhecido por seu Estilo sempre na Moda e pelo desejo de chamar atenção, Capone era famoso por ser muito violento; como no caso do “Massacre do Dia dos Namorados” em 1929.

– Charles “Lucky” Luciano

Charles Luciano operou em Nova Iorque. Lucky” Luciano fez 4 milhões de dólares por ano. Ele ficou famoso por ter formado as cinco famílias (que foi a origem da máfia siciliana em Nova Iorque, e gangsters, como Bonanno, Colombo, Gambino, Genovese e Lucchese), além de estabelecer regras e leis em Nova Iorque e no sindicato nacional do crime.

– Meyer Lansky

Meyer lansky foi uma das maiores figuras do crime, conhecido como o “Contador da máfia“, e foi um instrumento para desenvolver o sindicato nacional do crime.

– Benjamin “Bugsy” Siegel

Bugsy Siegel, foi um gangster judeu-americano que começou como contrabandista e amigo de Al Capone. Ele se tornou o maior influenciador no desenvolvimento do cassino em Las Vegas.

– Frank “Wacky” Scalice

Foi um gangster ítalo-americano de Nova Iorque, que começou como contrabandista do Bronx e ajudou Bugsy Siegel a abrir o Flamingo Hotel & Casino em Las Vegas.

– Frank “The Prime Minister” Costello

Conhecido como o “Primeiro Ministro do submundo”, Frank Costello se tornou um dos melhores e maiores influenciadores chefes da Família Genovese.

– Abner “Longy” Zwillman

Longy começou a fazer contrabando de uísque em Nova Jersey; o contrabando era feito pelo Canadá durante a Proibição e ele namorou a atriz de Hollywood Jean Harlow.

– Johnny “The Brain” Torrio

Jhonny Torrio, trouxe o seu protegido Al Capone de Nova Iorque para Chicago em 1919.

– George Remus

Conhecido como o “rei dos contrabandistas”, em menos de 3 anos fez mais de 40 milhões de dólares.

– Joseph “Doc” Stacher

Foi associado por um longo tempo de Lansky, Bugsy Siegel, Lucky Luciano e Frank Costello, que começou a sua vida no crime nos de 1920 com contrabando de licor.

– Giuseppe “Joe the Boss” Masseria

Giuseppe Masseria, foi um dos primeiros Chefões mafiosos, um dos mafiosos das cinco famílias, de 1922 a 1931.

– Umberto Valenti

Foi um gangster siciliano, nascido em Nova Iorque e o chefe do que hoje é chamado de família Genovese, uma das cinco famílias de 1922 a 1931.

– Frankie Yale

Yale foi um violento chefe do crime e um dos maiores contrabandistas do Brooklyn. Os seus rivais foram a gangue Mão Branca e o seu principal assassino foi Willie Altierri.

– William “Wild Bill” Lovett

Foi um gangster e o chefe da gangue Mão Branca, que trabalhou com Frank Yale em 1923. A sua morte foi causada por Willie “Two-Knife” Altierri, o mesmo confessou que o matou.

– Willie “Two-Knife” Altierri

Foi um gangster de Nova Iorque, que serviu como chefe de Frank Yale, um ítalo-americano que pertencia à Mão Negra.

– Vincenzo Gibaldi

Conhecido como Jack “Machine Gun Jack” McGurn foi um terrorista de Al Capone e se tornou famoso como o organizador do Massacre de São Valentim, mesmo que a sua conexão não tenha sido comprovada.

– Salvatore “Toto” D’Aquila

Foi um gangster de Nova Iorque e o primeiro chefe da Família Gambino. D’Aquila foi morto com um tiro em Manhattan em 10 de novembro de 1928.

– Vince “The Executioner” Mangano

Vince Mangano se juntou à máfia do Brooklyn e ganhou uma fortuna durante a proibição.

– Carlo “Don Carlo” Gambino

Gambino Gambinoveio da família siciliana que se envolveu na máfia por muito tempo, começou um negócio de contrabando e fundou a Máfia Americana.

– Albert “Mad Hatter” Anastasia

Albert Anastasia foi um dos mais impiedosos brutais e temidos mafiosos da Cosa Nostra na história americana. Ele trabalhou com Meyer Lansky, Louis Buchalter e Frank Costello, e foi um homem de sucesso; também se associou a Giuseppe “Joe the Boss” Masseria.

– Louis “Lepke” Buchalter

Foi um dos maiores gangsters de Nova Iorque. Em 1927, ele foi preso acusado de ter matado o contrabandista Jack Diamond, mas não foi adiante. Em 1944, Louis Lepke r foi o único chefe da máfia a receber a pena de morte nos Estados Unidos, depois de falar que matou o contrabandista em frente a uma loja de doces chamada Joseph Rosen.

– Jack “Legs” Diamond

Foi um gangster da Filadélfia e de Nova Iorque durante a época da Proibição. Ele organizou promoções no centro da cidade de Manhattan. O seu principal rival era Dutch Shultz. Ele foi morto no dia 18 de dezembro de 1931. O assassino nunca foi encontrado.

Este era o Mundo em volta dos Gangsters nas décadas de 20 e 30. E você? Quais destes já ouviu falar? Comentem!

Mafia Academy

Add Comment

O Chefe Está Morto mas a Máfia segue Viva, afirma Magistrado e Mafioso
Cuntrera-Caruana mafia cosa nostra
O Clã Mafioso Cuntrera-Caruana
os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá