14 Fatos Curiosos sobre a Era da Proibição

Para quem não sabe, os Estados Unidos passaram por uma época complicada nos anos 1920 até 1933 devido a Lei Seca. Mesmo com o Crack da Bolsa de Valores acontecendo em 1929, muitas razões levaram às organizações criminais, e à pobreza. A Era da Proibição foi pensada para diminuir as taxas de violência, fome e principalmente o consumo de álcool, devido aos abusos sofridos por mulheres e crianças recorrentemente. Assim, a lei foi instaurada e o álcool banido.

Deu certo? Pelo contrário, não adiantou nada.  A violência cresceu e as organizações criminais se espalharam pelo país! Aqui estão 14 Informações básicas sobre a Era da Proibição que envolvia contrabando e ilegalidade.


1) Como a Proibição deu os primeiros passos

Os primeiros passos iniciaram com o fim da Primeira Guerra Mundial. Com o objetivo de evitar o consumo de álcool exagerado, a liga Anti-Salão (bares e pubs) fez com que os Estados Unidos secassem a sua reserva alcoólica.

Houve muita comoção devido à crescente onda de imigrantes alemães que bebiam cerveja, já que a Liga instruía que quem bebia era considerado traidor.

2) A proibição foi instituída

Era 16 de janeiro de 1919 quando a 18ª emenda da constituição norte-americana foi instaurada no país. Com essa leia foi proibida a venda, a produção, o transporte, a importação e exportação de álcool em todo o país.

3) O Ato Volstead

Com o objetivo de reforçar essa proibição o governo criou o Ato Vostead para que realmente fossem cumpridas as delegações criadas pela lei e constituição. Oficialmente conhecido como Ato Nacional da Proibição, em 29 de janeiro de 1920, foi dito que quem abusasse da lei seria multado.

Os Estados Unidos queriam desintoxicar a sua população e garantir melhores condições de vida (devido ao fim da primeira grande guerra).

4) Os efeitos da Proibição

A lei seca não foi totalmente instaurada já que beber algumas doses de álcool nunca foi ilegal. Entretanto, cada vez mais os bares foram fechando e o álcool foi ficando cada vez em menor quantidade, provocando a ira daquelas pessoas que queriam aproveitar a vida e não sabiam como, pedindo e pagando por álcool ilegal.

Assim, gangsters, corrupção e as consequências de bootlegging e “speakeasies” se disseminaram, trazendo discórdia.

5) Quem eram os bootleggers?

Pessoas que aumentavam o tráfico ilegal – importando, produzindo e vendendo álcool – eram chamadas dessa forma. Essas pessoas construíam lugares específicos para que o consumo de álcool fosse aberto ao público, assim, criavam documentos falsos para que a compra de licores, por exemplo, fosse permitida.

Mas ninguém percebia isso? Leitor, leitor, óbvio que sim! Mas os bootleggers pagavam cerca de trezentos mil dólares por mês para juízes e oficiais da lei para que eles simplesmente se esquecessem da existência dessa organização anticonsumo de álcool. Era um grande império feito da corrupção.

6) O que foram os Speakeasies?

Imagine boates ou baladas que vendem álcool e bebidas ilegalmente. Isso era considerado speakeasy.

Mas por que esse nome? Pelo fato das pessoas terem de sussurrar palavras secretas com o intuito de conseguir a bebida. Para você ter uma ideia, em Nova York existia mais de 100 mil clubes que se denominavam speakeasy; em Chicago, 7.000. Além do consumo da bebida, essas boates também tinham música e bandas de jazz para agradar ao público.

Veja tambémNova York, a Lei Seca, e a Cosa Nostra

7) A Era dos Gangsters

Como era de se esperar, a Máfia cresceu nos Estados Unidos de forma gigantesca. Os gangsters, além de lidarem com prostituição e roubos, ajudavam essas boates e os bootlegging para conseguir um certo controle sob as vendas e a corrupção. 1.300 gangs operavam em Chicago e muita gente já deve ter ouvido falar de Al Capone (de Chicago) e Lucky Luciano (de Nova York).

Veja também: O Mundo dos Gângsters dos anos 20 e 30

8) Volume de negócios

A estimativa era que nesse período de álcool ilegal e consumo desenfreado mais de dois milhões de dólares eram repassados aos gangsters e aos bootlegging.

9) O custo para o governo

Mesmo que tenha existido a corrupção de forma generalizada, o governo federal sofreu com os custos para aplicar a lei. 300 milhões de dólares era o custo para forçar essa 18ª emenda. As receitas fiscais? Foram perdidos mais de 11 bilhões em dólares.

10) O efeito da ilegalidade

Na Era da Proibição, a cada ano três mil americanos morriam devido aos efeitos do álcool comprados no mercado negro. Garrafas estragadas e podres eram conseguidas, trazendo grande mal à saúde.

11) Por que falhou?

Os motivos que fizeram com que não desse certo a proibição foram muitos. O fato de não haver policiais limpos e agentes para aplicar a lei era o principal problema. Sem contar as fronteiras americanas – não era possível controlar o ir e vir do país inteiro pela falta de agentes policiais.

O contrabando de álcool e a proibição do mesmo apenas aumentou a vontade das pessoas, promovendo a criação de gangsters e crimes organizado, além da ida às boates e baladas renomadas para conseguir álcool. Não tinha como prender essas pessoas, porque, além da corrupção, a lei foi derrotada.

12) A 21ª Emenda

Diante das circunstâncias, durante o mandato do presidente Franklin Roosevelt, a 18ª emenda foi anulada pela 21ª. Ratificada em 5 de dezembro de 1933, o voto popular baniu a lei seca. Assim, a cada Estado foi permitido criar os seus próprios termos em relação ao consumo de álcool.

13) O presidente durante a Era da Proibição

Na história do seu mandato, o então presidente Woodrow Wilson viu essa era explodir no país.

14) A fala de Roosevelt

O presidente Roosevelt, tendo anulado a Era da Proibição, disse em seu discurso: “O que a América precisa agora é de uma bebida”.

Ad Mafia Academy png1200

Add Comment

os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
Frattiano
Família criminosa de Los Angeles, mais conhecida como “Mickey Mouse Mafia”
Pizzo-Cosa Nostra-extorçao
Qual é a principal atividade da Cosa Nostra?
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá