10 Mitos que você provavelmente NÃO sabe sobre Al Capone

Vários rumores e mitos a respeito de Al Capone têm surgido através dos anos como uma forma de tentarem vincular Capone a um livro, filme ou outro produto. Alguns surgiram por conta de pesquisas mal elaboradas, outros por algumas empresas e alguns até mesmo por alguns parentes cujas hesitantes lembranças remetem a certo tempo, lugar ou produto associado com seu amado Big Al. Algumas empresas vão até o ponto de pagar para algum parente para fazer esses rumores parecem mais acreditáveis.

Repita uma mentira suficientemente e repentinamente ela irá se tornar verdade. Apoiada por um parente e voilà! Fato instantâneo! Então, desde uma casa própria em Cuba até uma suposta viagem pelos túneis secretos em Saskatchewan, exploraremos alguns dos mitos que cercam King “Al” Capone. Veja a seguir 10 Mitos que você provavelmente NÃO sabe sobre Al Capone.


Mito 1: Al teve uma irmã chamada Rose Capone

Mito: Não, Rose nunca existiu e foi um erro da parte de John Klober (biógrafo), quando estava entrevistando pessoas durante sua pesquisa inicial. Isso foi aceito como uma verdade ao longo dos anos e foi mal representado em livros e documentários subsequentes. A verdade é que Al teve seis irmãos e duas irmãs e eles eram Vincenzo (James), Ralph (Raffaele), Salvatore (Frank), John (Erminio), Umberto (Albert), Amadeo (Matthew) e Mafalda. A outra irmã era chamada de Ermínia, nasceu em 11 de agosto de 1901 e veio a falecer em 18 de junho de 1902. Pode ter havido outro garoto natimorto na família, mas não dá para verificar isso através dos registros.

Mito 2: A voz de Al Capone foi gravada

Mito: Não, não há nenhuma gravação conhecida da voz de Al. Os filmes com diálogos gravados começaram em 1930 e o equipamento para poder fazer isso era muito caro, então há chances de Al ter perdido o tempo de ser gravado. Eu também não acho que Al jamais iria querer ser gravado dizendo algo que ele não poderia negar depois. Perto do fim de sua vida, muitos cuidados foram feitos para poderem vigiá-lo caso seus pares o fizessem soltar qualquer informação a respeito da máfia. Não havia perigo conforme sua doença fez com que ele se isolasse.

Mito 3: Al Capone trabalhou como um contador em Baltimore

A linha do tempo da vida de Al Capone durante esse período mostra que teria sido impossível para ele ter trabalhado em Baltimore. Se tudo isso for verdade mesmo, então você poderia pensar que Al teria orgulho de mencionar uma nota sobre trabalho legítimo durante essa entrevista. Além disso, todas as fontes sobre onde isso se originou e se repartiu depois não conseguem fornecer qualquer prova que seja.

Mito 4: Al Capone foi um viciado em cocaína porque ele tinha um buraco em seu septo

Outro mito bem louco. Autores irão geralmente defender algumas coisas que eles coletam durante suas pesquisas e fazem suposições imediatas. Também lhes cai bem serem sensacionalistas ao ponto de colocarem seus livros a frente de outras biografias prévias de Capone. É tudo sobre vendas e esperanças de que Hollywood escolha um bom livro para adaptar a um filme. Quanto mais sensacionalista, melhor. O buraco em seu septo pode ser atribuído mais a duas das razões seguintes: 1) A longa enfermidade de sífilis de Capone; 2) Capone teve problemas de sinusite e foi operado na sua região nasal durante sua estadia na penitenciária de Eastern State entre 1929 e 1930. Al Capone também teve suas amígdalas removidas lá no dia 5 de setembro de 1929 pelo Dr. Herbert M. Goddard.

Mito 5: O uísque favorito de Al Capone era Templeton Rye

Por que se preocupar com uma suposta empresa de pequeno porte quando Al Capone tinha toneladas do melhor uísque enviado do Canadá? Marcas como Canadian Club, Old Log Cabin Bourbon. Não há provas de que Al tenha sequer bebido algo da marca Templeton. Provavelmente seja apenas uma estratégia de marketing. A empresa Templeton Rye tem inventado algumas de suas afirmações. Os guardas florestais e historiadores de Alcatraz se divertiram um bocado com essa! Eles até chegaram ao ponto de alegar em seus rótulos que Al Capone manteve algumas garrafas de Templeton em sua cela em Alcatraz! Nem em sonho! Alcatraz não foi nem um pouco gentil com Capone e ele nem tinha tanto poder assim lá.

Mito 6: Al Capone morreu rico

As pessoas tendem a esquecer de que a maioria do dinheiro gerado pela gangue pertencia à gangue. Al pegou sua parte e a gastou o mais rápido que pôde. O resto foi distribuído entre a gangue. Outras verbas foram de fianças pagas à polícia, juízes, vereadores, advogados. O dinheiro também foi usado para o refinamento de equipamentos, caminhões, etc. Os negócios de Al Capone tinham despesas extremamente altas. Depois da morte de Al em 1947, Mae e Sonny continuaram a viver na propriedade da família em Palm Island até 1952, quando eles a venderam com tudo que continha para um corretor de Cleveland chamado Thomas Warren Miller.

Gângster House: Explora a Incrível Mansão de Al Capone em Miami

Eles também não podiam se dar ao luxo de mantê-la por muito tempo. Ralph Capone fez uma promessa a seu irmão que iria cuidar de Mae e Sonny, o que ele fez bem até o dia de sua morte. Ralph tinha um grande coração. A Chicago Outfit não tinha mais interesse em ajudar Mae e Sonny Capone após a morte de Al. Sejam quais foram as verbas que Al Capone tinha reservado à guarda, tudo voltou para os cofres da gangue após sua morte.

Mito 7: Al Capone possuía casas pelo mundo todo

Mito: A resposta é não. Por quê? Porque as provas mostram que Al teve dificuldades financeiras suficientes para conseguir se manter na casa em Palm Avenue. A verdade é que ele era dono, através de sua esposa e sua mãe, da casa no número 93 na Palm Avenue e da casa em Chicaco no número 7244 da South Prairie Avenue. Outras casas, como o chalé em Wisconsin que foi usado por Al e sua família durante o verão pertenciam a parentes. (Ralph Capone, etc.).

Mito 8: Capone possuía uma casa em Cuba

Enquanto é verdade que documentos de imigração e viagens provam que Al Capone visitou Cuba em algumas ocasiões, ele nunca teve uma casa por lá. Ele sempre alugava um quarto de hotel no Sevilla em Old Havana. A situação para um gângster em Cuba até mesmo naquela época não era certeira (batidas policiais contra gângsters). Então a compra de uma casa em um lugar que era instável seria algo inédito. A casa específica que é geralmente mencionada é a que agora funciona um restaurante perto da praia em Varadero. Ela nunca esteve na posse de Al Capone, ele nem mesmo botou o pé lá dentro. Até mencionaram isso em algum lugar fora da casa. As pessoas costumam achar que Capone podia ir a qualquer país ou cidade e agir como se fosse um grande chefão e fazer tudo que lhe satisfaz. Isso é totalmente falso e errôneo! Capone era rei em um lugar e somente em um lugar! Que era em Chicago por volta de 1925 a 1931. Por exemplo: Al Capone tentou visitar a Califórnia e foi imediatamente impedido pelos oficiais e foi escoltado para fora da cidade como um vagabundo.

Gangster Tour: Viagem na Chicago de Al Capone

Mito 9: Al Capone tinha um sotaque italiano

Tendo nascido em Nova York, não, ele não tinha. O único sotaque que ele tinha e que perdeu era seu sotaque nova-iorquino. Johnny Torrio pegou Al e o lapidou para fazê-lo um pouco mais respeitável para negociações.

Mito 10: Al Capone se formou no Ensino Médio

Não, ele não se formou. Ele nem tinha terminado o Ensino Fundamental, ao contrário do que muitas pessoas afirmam.

Se você se interessou sobre Al Capone ou quer conhecer outros figurões da máfia se inscreva no blog! 

Ad Mafia Academy png1200

6 Comments

  1. James
    17 de julho de 2016
    • Estilo Gangster
      17 de julho de 2016
  2. Ronaldo
    25 de janeiro de 2017
    • Estilo Gangster
      25 de janeiro de 2017
      • Ronaldo
        27 de janeiro de 2017
        • Estilo Gangster
          27 de janeiro de 2017

Add Comment

os corleonesi
O clã mafioso Corleonesi: Uma facção que agregou muitos nomes de peso no mundo da Máfia
tráfico de drogas
A Era de Ouro do Tráfico de Drogas: Como Metanfetamina, Cocaína e Heroína se Moveram pelo Mundo Todo
Frattiano
Família criminosa de Los Angeles, mais conhecida como “Mickey Mouse Mafia”
Pizzo-Cosa Nostra-extorçao
Qual é a principal atividade da Cosa Nostra?
film cassino fatos
25 Coisas que Talvez Você Não Sabia sobre o filme “Cassino”
Quem foi Mario Puzo
O Pai do Poderoso Chefão: Mario Puzo
rene-trupo4
Top 13 Oficiais Mais Corruptos dos Filmes sobre Gângster
os bons companheiros
Os Bons Companheiros Na Real
Top 10 Gangues de Motociclistas
Top 10 Gangues de Motocicletas Mais Perigosas
gangsters e contrabando 1920
Bootleggers: O Contrabando na América do Norte
estilo gangster mafioso
Por que os Mafiosos são tratados mais como Celebridades do que como Criminosos desagradáveis?
A Insolarada - iate al capone
A Islamorada: O iate de Al Capone no Canal do Panamá